Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

URGENTE: Estado de SP prorroga quarentena até 22 de abril contra o Covid-19

O governador João Dória concede coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes em São Paulo

O governo de São Paulo estendeu a quarentena por causa da covid-19 em mais duas semanas, o que significa que comércio deve permanecer fechado até 22 de abril. O governador João Doria (PSDB) justificou a medida dizendo que está seguindo orientação de autoridades de saúde e que o distanciamento social é a única vacina contra o coronavírus.

São Paulo tem 4.620 casos confirmados e registrou 275 mortes. O estado também está na lista dos locais que podem enfrentar aceleração descontrolada de covid-19, conforme estudo encomendado pelo Ministério da Saúde. Um estudo de pesquisadores brasileiros evidencia o aumento no número de casos em São Paulo e previa que entre 31 de março e 5 de o número de contaminados na cidade dobraria. Outro fator é que a covid-19 já chegou nas periferias e um único hospital investiga 11 mortes.

Continue lendo após o anúncio

A decisão de prorrogar a quarentena foi tomada com base nas avaliações de 15 especialistas que compõem o Centro de Contingência ao Coronavírus. Coordenar do grupo, o infectologista David Uip, declarou que as conclusões são encaminhadas à Secretaria estadual de Saúde para embasar decisões.

“Destaco que há consenso entre as autoridades médicas para o isolamento como forma de salvar vidas”, disse o governador.

Além da palavra da ciência, Doria usou declarações de economistas, incluindo um prêmio Nobel, personalidades e até mesmo o Papa Francisco. Na parte mais veemente do pronunciamento, o governador falou que vai continuar na linha de raciocínio de manter o distanciamento social.

População voltou às ruas

A quarentena foi decretada pelo governo do Estado como reação às primeiras mortes causadas pela covid-19. A população respeitou bastante a medida em seus dias iniciais e a hora do rush em São Paulo tinha trânsito semelhante ao das madrugadas porque quase todos estavam em casa.

Ocorre que o tempo foi passando e a adesão ao distanciamento social caiu. As ruas passaram a ter cada vez mais gente e em 28 de março houve até fila em ruas da zona Sul de São Paulo. Na última sexta-feira, um supermercado em frente ao Hospital da Vila Nova Cachoeirinha estava lotado.

Continue lendo após o anúncio

Nem mesmo o acúmulo de mortes convenceu às pessoas a ficarem em casa. Motoristas de aplicativos e ambulantes argumentaram que tinham contas a pagar. Mas a regra foi ignorada por um grupo de jovens que promoveu um campeonato de futebol no último final de semana em uma praça do centro de São Paulo.

Quarentena virou questão política
O distanciamento social se tornou tema de disputa política com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendendo a volta ao trabalho de pessoas que não estão em grupos de risco e os governadores pedindo para a população ficar em casa. Doria se transformou no principal expoente do distanciamento social e contraponto ao Planalto.

Em uma reunião com governadores, Bolsonaro se dirigiu aos berros a Doria, que foi acusado de tentar tirar proveito eleitoral da situação. O presidente falou que as eleições para presidente serão somente em 2022. O argumento do Planalto é que o isolamento social levará ao desemprego e a ruína econômica causaria mais mortes do que o coronavírus.

Estado de SP prorroga quarentena até 22 de abril

João Dória durante coletiva de imprensa em 06/04/20

O governador de São Paulo pensa diferente e usa os argumentos de especialistas em saúde, incluindo o próprio ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Eles alertam que se muitas pessoas ficarem doentes ao mesmo tempo não haverá leitos de UTI e respiradores para tratamento. Doria falou que aqueles que defendem a volta do funcionamento do comércio precisa entender que estará sendo fiador de várias mortes.

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio