SBT terá que pagar 30 mil a cadeirante que participou do “Roda a Roda” por atitude discriminatória

Deu ruim pro patrão! O SBT foi condenado a pagar 30 mil reais a uma mulher cadeirante por não ter oferecido condições adequadas para a mesma participar do programa Roda-Roda Jequiti. A 22ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo considerou a conduta da emissora discriminatória.  participante foi convidada para participar do programa, mas a emissoraContinuar lendo “SBT terá que pagar 30 mil a cadeirante que participou do “Roda a Roda” por atitude discriminatória”