Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Que os responsáveis pelo menino preso no barril sejam ‘estraçalhados na cadeia’; diz Fahur

Sargento Fahur disse em suas redes sociais que deseja que os responsáveis do menino de 11 anos preso e acorrentado um barril, sejam ‘estraçalhados na cadeia’

Sargento Fahur é Deputado Federal.

“Chegando imagens e notícias de garoto de 11 anos mantido em condições degradantes e sub-humanas em Campinas. Monstruoso. Cruel. Nojento. Canalhas, mil vezes canalhas. Desejo que os responsáveis sejam severamente punidos. Estraçalhados na cadeia”; disse o Deputado Federal Sargento Fahur em suas redes sociais.

Relembre o caso:

No último sábado (30), uma criança, de 11 anos, foi resgatada pela Polícia Militar de Campinas. A vítima era mantida por um casal em cárcere privado dentro de um barril, amarrada e com o tampo fechado por uma peça de mármore.

Uma denúncia anônima direcionou os policiais até o local, um barraco que fica no Jardim Itatiaia, periferia da cidade. De acordo com o 2° Sargento Mike Jason, que acompanha a ocorrência, a situação em que o menino foi encontrado era “desoladora”.

“Ele disse para mim que chegou a comer fezes, porque não davam comida para ele”, contou Mike.
Segundo as autoridades, a criança não é filha biológica do casal.

Continue lendo após o anúncio

“O homem disse que uma mulher, usuária de drogas, e com quem ele teve relação, afirmava que o filho era dele. Essa usuária abandonou o menino com ele e a atual companheira”, explicou Jason.

A vítima foi levada para o Hospital Ouro Verde, também em Campinas, com quadro de desidratação extrema. Ao UOL, uma fonte que estava na unidade de saúde quando o caso foi apresentado, relatou que o garoto disse à equipe de enfermagem que os tratamentos eram ainda piores.

“Ele me disse que o homem jogava água sanitária e água fria para dar banho nele”, disse o membro da equipe de enfermagem.

A tia da vítima compareceu ao hospital e, segundo a fonte ouvida pela reportagem, ela alegou que o menino teria um problema psiquiátrico e que “dava muito trabalho”.

Continue lendo após o anúncio

O jovem foi alimentado e aguarda resultados de exames. A alta só vai acontecer quando ele estiver em um peso considerado ideal. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher de Campinas.

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio