Polícia prende irmãos suspeitos de golpes milionários pelo PIX em Sorocaba

Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) prenderam os irmãos conhecidos como “He-Man e o He-Manzinho”, respectivamente, responsáveis por um prejuízo de R$ 13 milhões em transações envolvendo o PIX. As informações são do Jornal Ipanema.

Eles criaram uma estratégia que possibilitou dobrar o valor subtraído dependendo do tipo de operação realizada utilizando o sistema.

As detenções aconteceram nessa última quinta-feira (9) em um condomínio de alto padrão em Sorocaba e Salto, no Interior.

As prisões aconteceram durante cumprimentos de mandados de busca e apreensões realizados poe policiais da 6ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Facções Criminosas). As equipes estiveram em imóveis nos condomínios Ubiti Reserva, em Sorocaba,  e Ilha de Capri, em Salto.

O objetivo foi recolher documentação sobre o esquema. Também as apreensões de artigos de luxo como dois veículos importados BMW.

Os policiais detiveram cada irmão em um dos imóveis. Eles foram autuados por associação criminosa. O esquema funcionava desde o início do ano. Os alvos principais eram instituições financeiras do ramo banco digital.

Marcações: