Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Pediatra é preso após reutilizar seringas e contaminar 900 crianças com HIV

Médico cobrava por consultas particulares e também trabalhava como clínico geral em um hospital público, ele nega as acusações e diz que nunca reutilizou seringas

O médico Muzaffar Ghanghro foi preso por causar a contaminação de 900 crianças com o vírus HIV na cidade de Ratodero, no Paquistão. O médico cobrava por consultas particulares e também trabalhava como clínico geral em um hospital público na região.

O caso veio à tona em abril deste ano, quando vários moradores da cidade ficaram doentes simultaneamente. A maioria teve febre muito alta. Por fim, após realização de exames, 1.100 pessoas foram diagnosticadas com a doença, sendo a maioria crianças com menos de 12 anos que se consultaram com o médico.

Continue lendo após o anúncio

Imtiaz Jalbani, cujo seis filhos faziam tratamento com o pediatra, disse ao jornal americano “The New York Times” que viu o médico procurando uma seringa em uma lixeira para usar em um dos filhos dele, que posteriormente foi diagnosticado com HIV. Ele conta que quando questionou o médico sobre a atitude, ele respondeu que Jalbani não era “muito pobre para pagar uma nova”.

Muzaffar deve responder por negligência e homicídio culposo. Ele nega todas as acusações e diz que nunca reutilizou seringas. De acordo com autoridades locais, há evidências de que outros profissionais aplicavam injeções com agulhas usadas.

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio