Connect with us

Hi, what are you looking for?

Brasil

Pai de aluna invade sala de aula e bate em professor após filha relatar assédio sexual no interior de SP

Pai de aluna agride professor após filha relatar assédio sexual em escola estadual de Cosmópolis, no interior de SP

O pai de uma aluna agrediu um professor de uma escola estadual, em Cosmópolis (SP), após a filha relatar ter sido assediada pelo docente. Outros alunos filmaram o momento da agressão e publicaram nas redes sociais. O caso está sendo apurado pela Secretaria Estadual de Educação e pela Polícia Civil. As informações são do G1.


As imagens mostram as agressões do pai da aluna contra o professor, dentro da sala de aula da Escola Estadual Professora Lídia Onélia Kalil Aun Crepaldi. Um outro professor tenta interferir para separar a briga e acaba sendo agredido também, caindo no chão. O pai da aluna continua as agressões, com socos no docente acusado de assédio.
Vídeo feito por outro aluno mostra o pai agredindo o docente na sala de aula. Estudante relatou não ter sido a primeira vez que sofreu assédio do professor, e nem ser a única vítima.

Os dois professores foram socorridos por médicos do Resgate, ainda na escola, e depois atendidos em um hospital da cidade. Foram registrados dois boletins de ocorrência na Delegacia de Cosmópolis, um de lesão corporal e um de assédio sexual.Relato de assédio. O pai da aluna diz que o motivo da agressão é que o professor, de 45 anos, assediou a filha, que tem 14 anos, na escola. Por telefone, a adolescente relatou à EPTV, afiliada TV Globo, o assédio.

Advertisement. Scroll to continue reading.

“Hoje, na nossa sala, a gente estava conversando, entre eu e as meninas e tinha um amigo meu no meio, e aí ele [professor] acabou falando assim, que se não tivesse casado, ele transaria comigo. E aí eu fingi que não tinha ouvido, ele falou de novo. Aí eu fiquei parada, assim, porque eu fiquei em choque, né?”

Os alunos registraram a agressão e publicaram nas redes sociais. As imagens mostram um outro professor tentando conter o pai da aluna, mas ele também é agredido e cai no chão. Veja abaixo: ATENÇÃO, CENAS FORTES!

Após a briga, os dois professores foram socorridos pelos médicos do Resgate e encaminhados para um hospital da região. À EPTV, afiliada da TV Globo, o pai da adolescente, de 14 anos, contou que a filha afirmou ter sido assediada pelo docente.

Advertisement. Scroll to continue reading.

A jovem relatou que estava na sala de aula conversando com alguns amigos quando o professor se aproximou e disse “que se não fosse casado, transaria comigo. Eu fingi que não tinha ouvido, aí ele falou de novo.”

De acordo com ela, esse não foi o primeiro assédio. “Não é a primeira vez que aconteceu isso, não foi só comigo, mas também com outras meninas. Não apenas de falar, mas passar a mão no cabelo, ficar apertando a nossa perna e tocar na nossa cintura… tendo uma intimidade que não existe entre professor e alunas”. Em entrevista ao jornal, o pai admitiu que a agressão não foi uma atitude correta.

“Mesmo estando certo, a gente agrediu, perde a razão, né? A agressão se torna um erro. Mas… Como pai… Não sei se você é pai, talvez se você for pai, talvez sua atitude seria a mesma, né? E que a justiça seja feita”, disse por telefone.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Click to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Advertisement