Sorocaba já resgatou mais de 70 cães e gatos vítimas de maus-tratos neste ano

COMPARTILHE

Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema) resgatou 73 cães e gatos vítimas de maus-tratos neste ano em Sorocaba!

De janeiro a abril, foram averiguadas 438 denúncias de maus-tratos envolvendo cães e gatos, que resultaram em 16 autuações, além do resgate desses animais.

Essa questão tem o olhar atento da atual administração pública e, no final de fevereiro, foi anunciada a criação de um grupo especial contra a violência animal, que será conduzido em parceria com órgãos de segurança para fortalecer a proteção animal no município e incentivar a população a denunciar situações como essas.

Todo cidadão pode e deve acionar a Prefeitura de Sorocaba em casos de abandono ou maus-tratos de animais, pelo telefone 156 ou pelo WhatsApp da Ouvidoria Geral do Município: (15) 99129-2426, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Já, aos fins de semana e feriados, o munícipe pode entrar em contato pelo telefone 153 (GCM) e uma equipe é direcionada para tomar as devidas providências.

A Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade alerta que é muito importante que as informações descritas pelo morador sejam verdadeiras e que, se possível, envie foto e/ou vídeo que possam auxiliar no trabalho. Em torno de 50% das denúncias registradas na Ouvidoria Geral do Município não procedem. A falsa comunicação de um crime também é crime e tem pena prevista no Artigo 340 do Código Penal Brasileiro, com detenção de um a seis meses ou multa.

“Solicitamos que as pessoas denunciem quando tiverem a certeza da ocorrência de maus-tratos aos animais, pois, muitas vezes, deslocamos as nossas equipes para fiscalizar essas denúncias e, quando chegamos ao local, a situação não é como foi relatada. Com isso, deixamos de atender as ocorrências reais e o pior: aquelas em que os animais correm o risco de morte”, enfatiza a chefe da Divisão de Zoológico e Bem-estar Animal da Sema, Josiane Tavares.

A população também pode registrar pessoalmente um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia ou denunciar via internet, por meio da DEPA (Delegacia Eletrônica de Proteção Animal). Na DEPA, é necessário identificar-se para fazer a denúncia e o sigilo dos dados serão preservados, se o denunciante fizer essa opção pela privacidade no momento do cadastro. As providências tomadas pela polícia poderão ser acompanhadas por meio de número de protocolo gerado após a efetivação da denúncia, com o número do CPF do denunciante informado.

COMPARTILHE