Polícia Militar impede ‘rolezinho’ e recolhe 14 motos em Sorocaba

COMPARTILHE

Contra baderna e aglomerações, a Polícia Militar e a GCM de Sorocaba garantiram a paz dos moradores

Na madrugada deste domingo (16), Policiais militares do 7º BPMI – Sorocaba, após receberem a notícia de que haveria um ‘rolezinho’ com início no Jardim Santa Rosália, comprometendo a segurança de munícipes e causando aglomerações, iniciou ação de preservação de ordem pública impedindo a realização do evento.

No local marcado para a concentração (Av. Marginal Dom Aguirre), foram abordadas 35 pessoas e recolhidas 14 motocicletas em situação irregular.

Operação autua e impede pancadões em Sorocaba

Operação integrada entre a Guarda Civil Municipal (GCM), a Polícia Militar (PM), a Fiscalização de Posturas e a Vigilância Sanitária (Visa), da Prefeitura de Sorocaba, teve um saldo de 109 veículos autuados. A ação ocorreu entre 20h de sábado (15) e 2h30 deste domingo (16), em três pontos da cidade, para coibir os chamados “pancadões” e outros pontos de aglomeração.

Onze estabelecimentos também foram vistoriados, com o apoio de agentes da Fiscalização e da Visa, como forma de coibir aglomerações, seguindo as normas do Plano São Paulo de combate à Covid-19
A ação teve início a partir da sede do 7º Batalhão da Polícia Militar do Interior (7º BMPI) e, de lá, o grupo partiu para a Avenida Olinda Aires Paulete, no Parque Paineiras; para o Parque Amadeu Franciulli, no bairro Vitória Régia, e para a Praça João Naruyuki Segui, na Vila Helena.

Os três locais são conhecidos das autoridades como de concentração de jovens, sobretudo nos fins de semana. Além das autuações e apreensões de veículos irregulares, nesses pontos, GCM e PM ainda vistoriaram três automóveis e abordaram seis pessoas, que depois foram liberadas.

Já, a fiscalização em estabelecimentos ocorreu em pontos-alvo de denúncias. Quatro deles foram autuados por falta de alvará e orientados a encerrar suas atividades. Outros quatro já estavam fechados quando as equipes chegaram aos locais. Houve orientação sobre alvará de funcionamento e horários permitidos.

A população também pode acionar o fone 153, da GCM, ou o 190, da PM, para fornecer informações que colaborem no trabalho das autoridades.

COMPARTILHE