Obras de reconstrução da ciclovia da Avenida Ipanema são iniciadas

OBRAS DE RECONSTRUÇÃO DE CICLOVIA DA AV. IPANEMA SÃO INICIADAS NESTA SEMANA

Ciclistas de Sorocaba terão trecho requalificado e integrado ao sistema BRT.

Foram iniciadas as obras de reconstrução da ciclovia pertencente ao Corredor Ipanema que compõem o projeto BRT (Bus Rapid Transit) e que em breve voltará a integrar o sistema cicloviário da cidade. Ao todo, o trecho de quase 2 km ganhará uma nova estrutura de pavimento rígido, pintura viária e sinalização de solo.

Com a recuperação desse trecho de ciclovia a população que circula de bicicleta poderá se deslocar entre as avenidas Ipanema e Itavuvu, como também, fazer a opção de seguir de bike ou embarcar no sistema BRT para chegar no seu destino.

Manoel Ferreira, Diretor de Operações da Concessionária BRT Sorocaba destaca que no primeiro quilômetro de trajeto ou no último trecho, a bicicleta complementa o ir e vir de muitas pessoas.

“Sorocaba tem mais de 100 km de ciclovia na cidade e que contribui para a mobilidade urbana da população. Esse é um meio de transporte sustentável, acessível e que ainda ajuda no cuidado com a nossa saúde. Somos entusiastas pelo uso das ciclovias e sabemos que aqui elas são utilizadas não somente para lazer, mas também durante a semana nos deslocamentos para o trabalho”, explica Ferreira.

Ciclistas de Sorocaba terão trecho requalificado e integrado ao sistema BRT

No Terminal Vitória Régia, localizado no final do Corredor Itavuvu, o ciclista pode usufruir do bicicletário para guardar sua bike e seguir viagem de ônibus. Em breve, com a inauguração do Corredor Ipanema, esse mesmo benefício estará disponível no Terminal São Bento.

Projeto BRT Sorocaba

O BRT é um sistema de mobilidade urbana moderno que oferecerá conforto, segurança e eficiência, tornando os deslocamentos mais rápidos do que os atuais. Ele permitirá maior mobilidade devido às faixas exclusivas de ônibus, o que possibilita uma viagem com mais agilidade e que atende às necessidades da população.

Outra novidade é o embarque em nível, que facilita o deslocamento de todos, em especial pessoas idosas e cadeirantes. Os passageiros terão a comodidade de acessar 28 estações preferenciais, 4 estações de integração, 3 novos terminais e 96 pontos de parada, permitindo ainda a integração com os Terminais Santo Antônio e São Paulo, com as seis áreas de transferências e a integração temporal entre diferentes linhas.