LUTO: Sorocaba ultrapassa as 2 mil mortes pela covid-19

COMPARTILHE

A cidade ultrapassou nesta segunda-feira (7) a triste marca de 2 mil vítimas fatais do vírus

Ainda vemos jovens se aglomerando pela cidade, lojas lotadas, filas em bancos, famílias realizando festas… Vemos também o trabalho da GCM, da Polícia Militar e da Fiscalização da Prefeitura, que tentam impedir que pessoas já adultas, com a mentalidade de uma criança egoísta, se aglomerem. Para certas pessoas, o vírus não passa de uma fantasia, ou algo da nossa mente. Porém, este vírus lá levou mais de 2 mil pessoas em Sorocaba.

Toda semana vemos as operações da Guarda Civil Municipal em conjunto com a Polícia Militar, fechando estabelecimentos que não estão respeitando as regras em combate a pandemia, ou dispersando jovens em praças de vários bairros de Sorocaba, que insistem em realizar os tais pancadões, que além de infernizar a vida dos moradores próximos as localidades, ajudam a espalhar o vírus por onde passam.

A exemplo de alguns jovens sem noção na cidade, temos até políticos por aqui, que apoiam aglomerações nas ruas, seja para apoiar ou para derrubar a direita ou a esquerda. Quando não temos exemplos nem no poder municipal, como poderemos cobrar daqueles que aparentemente não estão nem aí com a pandemia? Políticos municipais, que ao invés de pensar em uma maneira eficiente e mais rígida para pedir aglomerações pela cidade, realizam ‘eventos’ com dezenas de pessoas para inaugurar postes de iluminação, lombadas, coisas que não fazem nada além de suas obrigações, que é trabalhar para o povo, mas muitos que estão no poder estão trabalhando apenas para alimentar o próprio ego ou o ego do seu partido e seus ideais políticos, sem pensar no bem comum para a população.

Sorocaba registra 63.680 casos da Covid-19, 60.565 recuperados e 2.005 óbitos

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), registrou aumento do número de recuperados da Covid-19 nesta segunda-feira (7), chegando ao total de 60.565. Já, os casos confirmados com a doença passaram de 63.504 para 63.680 na cidade. Os óbitos confirmados da doença aumentaram para 2.005 e a taxa de letalidade no município é de 3,1%, abaixo da taxa estadual, que é de 3,4%, e acima da taxa nacional, que se encontra em 2,8%.

View this post on Instagram

A post shared by SorocabaniceS (@sorocabanices)

Sorocaba recebeu a notificação de mais 176 casos confirmados da Covid-19, 78 recuperados e 15 óbitos, estes ocorridos desde o dia 30 de abril, mas informados pelos hospitais à Vigilância Epidemiológica e computados apenas no dia de hoje (7 de junho). Do total de confirmados, 254 estão internados (132 em UTI) e o total de pessoas em recuperação (isolamento domiciliar) é 856.

A cidade apresentou queda do número de pessoas com suspeita de contaminação pelo coronavírus e que aguardam resultados, de 1.285 para 856. Entre os suspeitos, 161 estão internados em hospitais da cidade, sendo 52 em UTI. Há dois óbitos em investigação. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 127.426.

Taxa de ocupação dos leitos Covid

No censo diário de leitos da Covid-19 desta segunda-feira (7), no Hospital Estadual Adib Jatene, cinco leitos clínicos Covid estão ocupados, sendo oito pactuados. Já os 30 leitos de UTI Covid (Unidade de Terapia Intensiva) encontram-se 100% ocupados. Outro hospital de esfera estadual, o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), possui 16 leitos clínicos Covid e 10 estão ocupados. O único leito de UTI infantil Covid encontra-se sem paciente. Dos 30 leitos de UTI Covid disponibilizados neste hospital, 24 estão ocupados. O AME possui dois leitos clínicos covid e dois estão ocupados. Dos oito leitos de UTI Covid deste local, oito possuem pacientes.

Dos hospitais contratualizados pela Prefeitura de Sorocaba para oferecer leitos Covid, a Santa Casa está com 95,23% de ocupação nos leitos clínicos Covid. Ou seja, dos 21 existentes, 20 possuem pacientes. A ocupação de UTI Covid da Santa Casa é de 100%, o que representa 55 leitos ocupados dos 55 contratados. O Hospital Santa Lucinda possui um total de 18 leitos clínicos Covid e 17 estão ocupados. O mesmo hospital também possui dois leitos de UTI Covid e um está ocupado. Dos seis leitos clínicos Covid do GPACI, nenhum está ocupado. O Hospital Amhemed possui 10 leitos clínicos Covid e sete estão ocupados. Já, dos três leitos de UTI Covid deste mesmo hospital, três encontram-se ocupados.

O Centro de Estabilização Covid São Guilherme está com 40 leitos de enfermaria Covid ocupados do total de 40. Dos 20 leitos Covid de Suporte Ventilatório Avançado, 20 estão ocupados. O Centro de Estabilização Zona Oeste possui nove leitos de enfermaria ocupados do total de nove pactuados. Dos cinco leitos Covid de Suporte Ventilatório Avançado, cinco encontram-se ocupados. Já o Centro de Estabilização Zona Norte está com 16 leitos de enfermaria Covid ocupados do total de 16. Dos quatro leitos Covid de Suporte Ventilatório Avançado, quatro estão ocupados. O Centro de Estabilização Covid Éden está com 16 leitos clínicos ocupados do total de 16. Dos quatro leitos de Suporte Ventilatório Avançado, quatro estão ocupados.

Na rede particular, o Hospital Unimed encontra-se com 100% de ocupação dos leitos adultos clínicos Covid (72 leitos ocupados dos 72 pactuados) e 100% dos de UTI (52 leitos ocupados dos 52 existentes). O único leito infantil de UTI Covid deste hospital encontra-se ocupado. O Samaritano possui 28 leitos clínicos Covid ocupados do total de 28 existentes. Já, a UTI Covid está com 36 leitos ocupados dos 36 disponibilizados. Dos dois leitos de UTI Covid para crianças, nenhum está ocupado. O Hospital Evangélico está com 100% de ocupação de sua UTI Covid (18 ocupados dos 18 pactuados) e 100% dos leitos clínicos (28 leitos ocupados dos 28 pactuados). O Hospital Amhemed possui três leitos clínicos Covid ocupados, sendo 13 pactuados. Já a UTI do mesmo hospital possui três leitos ocupados do total de sete.

Conscientização e combate à Covid-19

A Secretaria da Saúde reforça que é preciso que as pessoas continuem usando máscara, álcool em gel e mantendo o distanciamento social. A conscientização da população sobre as medidas preventivas de combate à Covid-19 é fundamental.

Óbitos

– Homem de 86 anos, sem comorbidades. Faleceu em hospital particular de Sorocaba no dia 4 de junho;

– Homem de 58 anos, cardiopata. Faleceu em hospital particular de Sorocaba no dia 6 de junho;

– Mulher de 67 anos, sem comorbidades. Faleceu em hospital particular de Sorocaba no dia 4 de junho;

– Mulher de 55 anos, diabética e obesa. Faleceu em hospital particular de Jundiaí no dia 10 de maio;

– Homem de 76 anos, cardiopata e obeso. Faleceu em hospital particular de Sorocaba no dia 6 de junho;

– Homem de 88 anos, com doença neurológica crônica. Faleceu em hospital particular de Sorocaba no dia 29 de maio;

– Homem de 46 anos, sem comorbidades. Faleceu em hospital público de Sorocaba no dia 3 de junho;

– Mulher de 83 anos, hipertensa. Faleceu em unidade de urgência e emergência de Sorocaba no dia 3 de junho;

– Homem de 28 anos, diabético, asmático e obeso. Faleceu em unidade de urgência e emergência de Sorocaba no dia 2 de junho;

– Mulher de 36 anos, diabética, asmática e obesa. Faleceu em unidade de urgência e emergência de Sorocaba no dia 3 de junho;

– Mulher de 71 anos, cardiopata. Faleceu em unidade de urgência e emergência de Sorocaba no dia 6 de junho;

– Homem de 39 anos, cardiopata e obeso. Faleceu em unidade de urgência e emergência de Sorocaba no dia 6 de junho;

– Homem de 85 anos, sem comorbidades. Faleceu em unidade de urgência e emergência de Sorocaba no dia 4 de junho;

– Mulher de 58 anos, sem comorbidades. Faleceu em unidade de urgência e emergência de Sorocaba no dia 30 de abril;

– Homem de 59 anos, obeso. Faleceu em unidade de urgência e emergência de Sorocaba no dia 4 de junho.

COMPARTILHE