Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Mulheres são presas por tortura após obrigar criança a comer arroz cru com óleo

Segundo a polícia, a própria agressora fez vídeo em que agride criança e depois denunciou a amiga mãe do menino como autora do ato. Mãe foi presa por não ter impedido agressão.

A Polícia Civil prendeu duas mulheres em Bálsamo, interior de São Paulo, nesta quinta-feira (30) por suspeita de tortura contra o filho de uma delas, de 8 anos. O menino foi obrigado a ficar ajoelhado sobre grãos de arroz enquanto comia arroz cru com óleo .

A ação foi toda filmada, segundo a polícia, pela própria agressora, que depois fez uma denúncia contra a mãe do menino, amiga dela, no Conselho Tutelar. No vídeo que mostra a agressão, o garoto aparece ajoelhado, de frente para uma parede e com a cabeça baixa, enquanto uma mulher fala com ele.

Continue lendo após o anúncio

“Põe uma colherada na boca e mastiga. Você não temperou o arroz? Agora você vai comer!”, diz a mulher. O menino leva, então, uma colher até a boca. “Vai! Um, dois… Isso! Mastiga! Não tô vendo você mastigar. Tá gostoso? Deixa eu ver o tanto que tem no copo ainda”, completa a mulher diante do menino, que permanece calado e ajoelhado, com os braços cruzados segurando um copo.

Em outro trecho do vídeo, a mulher pede pra ver a boca da criança. “Acabou? Abre a boca! Aee! [em tom de comemoração]. Vai pôr mais óleo no arroz?! Vai pôr mais fogo no sofá?! Vai bater na cara de alguém na escola?! […] Agora que você aprendeu o que é ser homem, você vai lá na sua mãe e vai pedir perdão pra sua mãe de joelho. Você vai lá beijar o pé dela”, diz a mulher.

Mãe não impediu agressão

A mãe da criança não aparece nas imagens, mas, ao prendê-la, a polícia considerou que a mulher não tentou impedir os atos da amiga contra o menino. As duas estão presas, provisoriamente, por 30 dias. A criança está sob os cuidados do Conselho Tutelar.

As prisões ocorreram após a amiga denunciar a mãe como responsável pelo ato. Em seguida, o caso foi levado pelo Conselho Tutelar à polícia e investigadores identificaram, com base no vídeo, que a autora da denúncia foi quem cometeu a agressão.

Continue lendo após o anúncio

De acordo com o boletim de ocorrência, a agressora disse para a conselheira tutelar que fez a denúncia porque não aguentava mais ver a criança sendo torturada. O Conselho Tutelar informou à polícia que a mãe confirmou que tinha ciência da agressão feita pela amiga.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio