Motoristas de ônibus podem paralisar amanhã (20) em Sorocaba por 24h

Os trabalhadores do Transporte Público em Sorocaba e em todo estado quer que a categoria seja incluída no grupo prioritário da vacinação, uma reunião acontece hoje a noite com o Governador João Dória, caso a categoria não seja inserida, poderá haver uma paralisação do transporte público nesta terça-feira (20) durante 24 horas seguidas – Confira o vídeo publicado por Paulo Estausia

Terminal Santo Antônio – Luto em memória das vítimas da covid-19

Sobre o Lockdown no Transporte Público

Entidades sindicais ligadas aos trabalhadores em transportes ameaçam fazer uma paralisação geral no dia 20 de abril de 2021 em todo o Estado de São Paulo caso não haja a definição de um cronograma de vacinação dos profissionais.

Uma reunião entre as representações foi realizada na última quinta-feira, 01º de abril de 2021, na sede do Sindmotoristas, que reúne os motoristas e cobradores da capital, com a participação de outros sindicatos.

O presidente do Sindmotoristas, José Valdevan de Jesus Santos, o Valdevan Noventa, disse ao Diário do Transporte que foi elaborado um documento que será entregue às autoridades de Saúde e do Executivo das cidades, Estado e Governo Federal.

“Vamos dar um prazo de 15 dias para a resposta. Se não houver nenhum retorno, o Estado de São Paulo não vai ter transporte em 20 de abril. Não é só com os ônibus de São Paulo, mas também os ônibus da Grande São Paulo, Litoral e Interior. Motoboys, caminhoneiros, motoristas de aplicativo e outros transportadores podem parar também” – disse Noventa.

De acordo com o sindicalista, “centenas” de rodoviários perderam a vida em todo o Estado e, mesmo estando entre os grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde, não há nenhuma definição concreta sobre cronogramas.

O diretor do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Wagner Fajardo, disse ao Diário do Transporte, que na próxima terça-feira, 06 de abril, haverá uma assembleia entre a categoria que deve decidir por aderir a uma paralisação geral dos transportes.

“A categoria dos profissionais de transportes precisa de vacinação o quanto antes. Temos informações de 20 metroviários que já morreram de covid-19, entre trabalhadores da ativa e aposentados somente das linhas de operação pública. Entre as linhas públicas e de operação privada, mais de 1,6 mil metroviários foram contaminados.” – explicou

A Federação Nacional dos Metroferroviários infirmou que conversa em sua diretoria para elaborar um ofício e nota, para encaminhar à Centrais Sindicais e aos Sindicatos filiados para para que seja organizada uma greve geral de fato. Ferroviários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também devem aderir.

Como mostrou o Diário do Transporte, o Ministério da Saúde calcula a existência de 751,5 mil (751.768) pessoas a serem vacinadas somente no sistemas de transportes, sendo 678,2 mil (678.264) funcionários de sistemas de ônibus e vans e 73,5 mil (73.504) metroviários e ferroviários.

Na lista de prioridades, os trabalhadores em transportes ocupam a posição 23 (ônibus) e 24 (trens e metro) de um total de 29 posições.

Mais informações em breve aqui no nosso portal.

.

Sorocabanices, compartilhando informações.