Morre ator e humorista Paulo Gustavo, aos 42 anos

A informação foi dada pelo hospital onde Paulo Gustavo estava internado, ator deixa dois filhos

Infelizmente, a notícia que não queríamos dar nem receber. Morreu o ator Paulo Gustavo aos 42 anos no Rio de Janeiro, ele estava internado desde o dia 13 de março em um hospital no Rio de Janeiro, após testar positivo para covid-19.

O estado de saúde do ator era gravíssimo por conta das complicações causadas pelo vírus. Foram quase dois meses de luta e esperança, para que ele pudesse sair desta, voltar para sua família e voltar a nos fazer sorrir novamente.

Paulo Gustavo era conhecido por ser uma pessoa de bem com a vida, o que ajudou a conquistar os brasileiros com seus personagens na televisão e no cinema. Entre os personagens mais famosos vividos pelo ator, estão o Valdomiro Lacerda, mais conhecido como Valdo na série ‘Vai Que Cola’, exibida no canal fechado Multishow e a Dona Hermínia, que foi inspirado na mãe de Paulo e foi grande sucesso nos cinemas na sequência de filmes ‘Minha Mãe é Uma Peça”.

A carreira de Paulo Gustavo vai muito além desses personagens divertidos, que conquistou o público de todas as idades. O ator possui uma carreira bem diversificada, que teve início no teatro e na TV fechada. Além disso, o ator também apoia a comunidade LGBTQIA +, onde faz parte e serve de exemplo e inspiração para outros integrantes.

Paulo começou a fazer sucesso no teatro com a peça ‘Surto’, em 2004. Mas, foi dois anos depois com Dona Hermínia no espetáculo Minha Mãe é uma Peça, monólogo de sua autoria, que se tornaria seu maior sucesso. Com uma franquia adaptada para o cinema e ainda com uma versão em livro, escrita pelo próprio ator.

Já na TV, ele fez participações em séries humorísticas da Rede Globo, além de programas do Multishow, como 220 Volts, Vai que Cola, A Vila, entre outros. Também continuou com seus trabalhos no teatro e no cinema. Por fim, Paulo Gustavo era casado desde 2015 com o dermatologista Thales Bretas,  e juntos, são pais dos gêmeos Romeu e Gael.

Biografia do Paulo Gustavo

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros, nasceu em 30 de outubro de 1978, em Niterói, Rio de Janeiro. Escorpiano, foi criado em uma família de classe média, estudou no tradicional Colégio Salesiano durante o ensino fundamental. Ademais, aos 42 anos tem 1,80 m de altura e olhos verdes. Além disso, apesar de ter adotado o visual careca, ele sempre teve cabelos castanhos quando criança, filho de Déa Lúcia Vieira Amaral e Júlio Márcio Monteiro de Barros e irmão de Ju Amaral. Em suma, Paulo Gustavo é ator, comediante, escritor, roteirista, produtor e diretor.

Mas, antes de decidir seguir a carreira artística, ele tentou outras experiências entrando para o curso de turismo, pensou até em seguir com a profissão. No entanto, depois de um tempo no curso, percebeu que não era o que queria fazer, então foi passar um tempo em Nova York. Por fim, se formou no curso de artes cênicas, na Casa de Artes de Laranjeiras, em 2005, junto com os amigos Fábio Porchat e Marcus Majella. Ademais, escolheu a carreira de humor devido seu histórico de sempre imitar familiares de forma engraçada e ser incentivado por eles a continuar. Hoje, Paulo Gustavo se tornou um artista completo e reconhecido pelo seu grande talento.

Carreira e sucesso de Paulo Gustavo

Paulo Gustavo iniciou sua carreira no teatro em 2004, antes mesmo de se formar, participando de inúmeras peças cômicas, sendo que a primeira foi ‘Surto’. Apesar disso, ganhou mais visibilidade graças ao personagem Dona Hermínia, inspirada em sua própria mãe, que ele levou para os palcos. Além das peças de teatro, também fez pequenas participações em séries populares, como A Diarista e Sítio do Pica Pau Amarelo, ambos da Globo.

No ano de 2009, teve um papel coadjuvante no filme Divã, como o cabelereiro Renée. Sobretudo, juntamente com Lília Cabral, em 2011, reprisou o papel na adaptação do filme para a televisão. No mesmo ano, Paulo Gustavo conseguiu seu próprio programa de humor no Multishow, chamado 220 Volts, onde interpretava diversos personagens. Devido ao sucesso do programa, sua carreira como ator alavancou.

Já em 2013, o sucesso de Minha Mãe é uma Peça era tão grande que foi para os cinemas, batendo recorde de bilheteria. Com isso, ganhou duas continuações, uma em 2016 e a outra em 2019, que se tornou a maior bilheteria da história do cinema nacional, com R$ 143,9 milhões arrecadados. E com mais de 10 milhões de espectadores, superando o topo que era ocupado pelo segundo filme da série, Minha Mãe é uma Peça 2, lançado em 2016. Posteriormente, Paulo estreou em outros filmes e programas de televisão, atualmente, o ator é uma referência devido ao seu talento e simpatia.

Trabalhos de Paulo Gustavo

Teatro
– 2004-2005 – Surto
– 2005-2006 – Infraturas
– 2006 – João Ternura
– 2006 – Minha Mãe é uma Peça
– 2010-2016 – Hiperativo
– 2014-2016 – 220 Volts

Televisão
– 2006 – Prova de Amor, Minha Nada Mole Vida, A Diarista
– 2007 – Sítio do Pica Pau Amarelo
– 2008 – Faça Sua História, Casos e Acasos
– 2011 – Divã
– 2011-2013 e 2016 – 220 Volts
– 2012 – O Fantástico Mundo de Gregório
– 2012-2015 e 2019-2020 – Apresentador do Prêmio Multishow de Música Brasileira
– 2013-2017 e 2019-2020 – Vai que Cola
– 2014 – Paulo Gustavo na Estrada (Apresentador)
– 2015 – Ferdinando Show
– 2017 – A Vila
– 2020 – Minha Mãe é uma Peça – A Série

Cinema
– 2008 – A Guerra dos Rocha
– 2009 – Divã, Xuxa em O Mistério de Feiurinha
– 2013 – Minha Mãe É uma Peça: O Filme
– 2014 – Os Homens São de Marte… e É pra lá que Eu Vou
– 2015 – Vai que Cola – O Filme
– 2016 – Minha Mãe é uma Peça 2
– 2017 – Fala Sério, Mãe!
– 2018 – Minha Vida em Marte
– 2019 – Minha Mãe É uma Peça 3
– 2020 – 220 Volts – O Filme

Vida pessoal do Paulo Gustavo

Assumidamente bissexual desde sua adolescência, Pulo Gustavo se casou em 20 de dezembro de 2015 com o dermatologista Thales Bretas, em uma cerimônia íntima somente para amigos próximos e familiares. Posteriormente, o casal demonstrou intenção de ter filhos, realizando o sonho através de barriga de aluguel nos Estados Unidos. Então, no dia 13 de outubro de 2017, o ator anunciou em seu Instagram que ele e seu marido iriam ser pais de um casal de gêmeos, chamados Gael e Flora, através de barriga de aluguel. Mas, os bebês faleceram em um aborto espontâneo, Paulo e o marido pensaram até em desistir da paternidade.

No entanto, acabaram procurando por outra barriga de aluguel. Então, no dia 18 de agosto de 2019, o ator anunciou no seu Instagram o nascimento dos filhos do casal, chamados Romeu e Gael de barrigas de aluguel diferentes. Em suma, durante o processo de barriga de aluguel, Paulo Gustavo recebeu diversas críticas de conservadores, que chegaram até a comemorar o aborto espontâneo.

Filhos do Paulo Gustavo

Mesmo com as críticas recebidas, o ator recebeu o apoio de muitas pessoas em suas redes sociais, além do apoio de sua família que sempre o aceitou. E principalmente, Paulo serve como inspiração para diversas pessoas que fazem parte da comunidade LGBTQIA +, mostrando que é possível serem aceitos, bem sucedidos e ainda formarem uma família linda se quiserem.

Segundo Paulo Gustavo, geneticamente falando, Romeu é filho de Thales e o Gael é filho dele, pois foram produzidos cinco embriões com o sêmen de Paulo e mais cinco com o sêmen de Thales. Dessa forma, em cada barriga de aluguel foi feito a inseminação de um embrião. Por fim, Romeu nasceu dia 3 e Gael dia 13, nos Estados Unidos, após dois meses do nascimento dos filhos e tirar toda documentação necessária, Paulo e Thales voltam para o Brasil com os filhos.

Internação e morte de Paulo Gustavo

No dia 13 de março, Paulo Gustavo foi internado em um hospital na Zona Sul do Rio de Janeiro por conta da Covid-19, seu quadro clínico apresentou altos e baixos. Paulo faz parte do grupo de risco, pois tem asma, devido a piora foi intubado na UTI, seu estado era crítico com complicações pulmonares. De acordo com o boletim médico divulgado dia 1º de abril, Paulo seguia em terapia intensiva e apresentava uma melhora evidente.

No entanto, no dia seguinte, Thales anunciou que Paulo apresentou um agravamento no seu estado de saúde, por isso, foi submetido a uma terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea). Já no dia 3 de abril, o ator passou por uma pleuroscopia, procedimento que serve para a equipe médica ter uma melhor compreensão sobre a situação dos pulmões do paciente. Dessa forma, foi identificada uma fístula bronco-pleural, que impedia a adequada ventilação mecânica, sendo corrigida imediatamente.

Já nos dias 4 e 9 de abril, ele foi submetido à toracoscopia para corrigir os problemas apresentados, Paulo teve complicações hemorrágicas, precisando realizar transfusões de sangue. Sobretudo, vários artistas se prontificaram a doar. Por fim, um dos últimos boletins médico divulgado foi dia 11 de abril, que dizia que o quadro de saúde de Paulo Gustavo havia piorado, indicando complicações pulmonares e hemorrágicas. Mas, apesar da situação ser crítica, os profissionais se empenharam incessantemente por sua recuperação, e todos os equipamentos para o suporte da vida foram necessários.

Nesta terça-feira, 04 de maio de 2021, a notícia da morte do ator e humorista Paulo Gustavo, foi confirmada pelos médicos e pela família. Vai deixar muitas saudades, mas jamais será esquecido.

PAULO GUSTAVO, OBRIGADO POR FAZER O BRASIL SORRIR DURANTE SUA PASSAGEM POR AQUI. DESCANSE EM PAZ.