Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Menina de 16 anos envenena toda família na véspera do Dia das Mães

O caso aconteceu na noite de sábado (9) e ganhou repercussão no Dia das Mães, celebrado no domingo (10)

“Ela disse para a tia dela que não se arrepende, ela é uma pessoa muito fria”. Essa foi a definição da mãe da adolescente de 16 anos que envenenou a própria família na região do Lago Grande, em Santarém, no oeste do Pará.

As pessoas da mesma família, sendo a mãe de 43 anos, três irmãos de 7, 10 e 12 anos e um primo de 2 anos da adolescente foram envenenados após tomarem suco.

Continue lendo após o anúncio

Adolescente de 16 anos envenena família no Pará; quatro vítimas são crianças

Conforme a mãe da adolescente, Simone Leal Galúcio, no fim da tarde de sábado a filha preparou dois bolos e suco para a família comemorar o Dia das Mães e os serviu antes do jantar. Apesar de não estar com fome, a adolescente insistiu que a mãe tomasse o suco.

“Ela me chamou e disse para tomar o suco. Nisso, eu abri a geladeira, peguei a jarra, coloquei no copo e tomei. Também dei aos outros meus filhos, e eles entraram para assistir televisão”, contou.

Passados alguns minutos, o marido de Simone foi para dentro da casa e percebeu que uma das filhas estava desmaiada. Ele saiu e chamou a mãe das crianças e pediu para que ela pegasse uma bermuda para ele trocar de roupa e levar a criança para o posto médico.

Adolescente de 16 anos envenena família no Pará; quatro vítimas são crianças

“Eu peguei a bermuda e nem cheguei a entregar a bermuda para ele. Eu desmaiei”, disse.
Tanto a mãe quanto as crianças foram levadas para o posto médico. Eles apresentaram vômito e náuseas, e chegaram a ser hidratados com soro antes da transferência para o Hospital Municipal Alberto Tolentino Sotelo, no domingo.

“Estava tudo envenenado, a sorte é que não comemos os bolos. Eu como mãe me sinto muito triste. No dia das mães aconteceu isso. Eu não esperava ver meus filhos praticamente mortos pela própria irmã. Ela vai ter que pagar o que ela fez, eu não volto atrás”, entre lágrimas, completou Simone.

A fuga, motivação e entrega

Continue lendo após o anúncio

Logo após ter dado o suco e a família passado mal, a adolescente fugiu de casa. Horas depois, ela entrou em contato com a família e resolveu se entregar no posto policial. Mas, por ser menor de idade, uma tia ficou responsável em levá-la para a 16ª Seccional de Polícia Civil.

Segundo os pais, a motivação para que a adolescente colocasse veneno na bebida foi a não permissão para que ela namorasse outro adolescente de 17 anos.

A adolescente chegou em Santarém na madrugada desta segunda-feira (11) e foi levada à Seccional. Pela manhã, a menor foi conduzida para escuta especializada na Delegacia Especializada da Criança e Adolescente (Deaca).

Conforme o delegado que recebeu o caso, Jair Castro, ela vai responder ato infracional análogo ao crime de envenenamento por substância não alimentícia, com reclusão de até três anos.

Continue lendo após o anúncio

“Estaremos fazendo todos os procedimentos, encaminhando para a perícia e solicitando os laudos para que possamos identificar os elementos desse ato infracional, e além disso buscar saber com quem ela adquiriu essa substância”, informou o delegado.

.

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio