Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Mãe ‘rejeita’ bebê com síndrome de Down, então pai se separa e cria filho sozinho

Mãe queria dar bebê com síndrome de Down para adoção, então pai decide criá-lo sozinho

O dia mais feliz na vida de Evgeny Anisimov, foi quando seu filho Misha nasceu. Tudo parecia estar indo bem em sua vida e casamento, até que veio o dignóstico dos médicos.

Seu filho tinha síndrome de Down. Depois da notícia, um turbilhão de emoções tomou conta do jovem casal, mas quando ele se deu conta de que sua esposa estava disposta a dar o bebê para adoção, Evgeny decidiu ser pai solo.

A verdade é que ninguém está preparado para ouvir esta notícia. A primeira coisa que passa na cabeça dos pais é como será a vida de seu filho. Depois de pesquisar sobre a doença, no entanto, ele percebeu que Misha poderia ter uma vida normal, ir à escola, ter amigos e trabalhar futuramente. Por mais medo que ele tivesse em relação ao futuro, a responsabilidade de criar esta criança era dele.

Continue lendo após o anúncio

Deixar seu filho para trás nunca passou pela sua cabeça, mas, infelizmente, sua esposa estava decidida a entregar o filho a um lar adotivo. Ele até tentou convencê-la, mas quando viu que não conseguiria, decidiu se divorciar a criar Misha sozinho.

“Agora eu entendo que ela só estava com medo na hora, ela começou a agir de acordo com o cenário errado, mas a essa altura, já era tarde demais para recuar”, disse. Desde então, Evgeny vem criando seu bebê sozinho. Só quem tem filhos pequenos em casa sabe como é cansativo, ainda bem que ele conta com a ajuda de sua mãe, que vai frequentemente ajudar nas tarefas de casa.

Além das tarefas em casa, ele também organiza várias atividades para ajudar no desenvolvimento físico e mental de Misha. Desde os cinco meses, o pequeno tem aulas de natação e de terapia da fala. São tratamentos caros e especializados, mas Evgeny conta com a ajuda de muitas pessoas à sua volta para ajudar a arcar com todos os custos.

Através de seu Instagram, ele hoje tem a missão de aumentar a conscientização sobre a síndrome de Down em todo o mundo e ajudar famílias que enfrentam os mesmos desafios de criar um filho com necessidades especiais. “Entendo que o futuro pode trazer mais desafios, mas espero que consigamos superar tudo”, diz. Todas as nossas definições de ‘paizão’ foram devidamente atualizadas!

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio