Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Mãe insiste em levar gestação até 45 semanas e bebê não resiste

A mãe se recusou a seguir a orientação da enfermeira obstetra de induzir o parto e seu bebê não resistiu

Um bebê não resistiu após a mãe ter se recusado a induzir o parto e levado sua gestação até 45 semanas. A mulher do Havaí nos Estados Unidos relatou ao portal Kidspot que sua enfermeira obstetra estava insistindo para que ela induzisse o parto desde quando completou 43 semanas de gestação.

Contudo, ela relatou que falou sobre o assunto em um grupo do Facebook e que decidiu não induzir o parto baseada apenas nas opiniões das pessoas do grupo. É importante ressaltar que o grupo em questão era composto apenas por mães, gestantes e mulheres que desejam engravidar, não haviam médicos, nem doulas e nem enfermeiras.

Após ouvir a opinião do grupo, a mulher decidiu levar a gestação até 45 semanas. Quando finalmente entrou em trabalho de parto, ela expeliu um mecônio muito escuro e precisou ir direto para o hospital.

Continue lendo após o anúncio

Ao chegar no hospital, o médico constatou que a criança não tinha mais batimentos cardíacos e havia falecido. Foi dada uma epidural na mulher para que ela pudesse dar à luz. E como o médico já havia constatado, a criança de fato nasceu sem vida.

Caso deste bebê mostra a importância de ter a orientação correta

O triste caso deste bebê mostra a importância de seguir a orientação de profissionais da saúde, neste caso o ginecologista obstetra, e não recomendação de pessoas que não possuem conhecimento científico sobre o assunto.

De acordo com a Clínica Mayo, uma gestação pode durar até 42 semanas sem maiores riscos para a mãe e o bebê. Sendo que de acordo com o The American College of Obstetricians, a partir de 41 semanas de gestação é importante que a grávida passe a ser monitorada com frequência, cerca de duas vezes por semana ou mais.

Este monitoramento é importante, pois após este período há o risco de ocorrerem problemas no funcionamento da placenta. Além disso, há a possibilidade de a criança inalar mecônio, entre outras complicações.

Continue lendo após o anúncio

É necessário ressaltar que não há problemas no fato da criança nascer com 41 ou 42 semanas de gestação, desde que a mãe faça o acompanhamento médico correto. E, caso necessário, induza o parto quando seu médico acreditar que esta atitude é necessária para o bem-estar dela e do filho. O risco está em seguir com uma gestação após 41 semanas sem o acompanhamento correto.

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio