Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Idoso sai do coma e diz ter sido acordado pelos latidos de seu cachorro

Tem gente que se desperta com muita facilidade, e qualquer barulho é motivo para lhe tirar do sono profundo. Enquanto outras pessoas não acordam nem com um ruído estrondoso. Mas e quando se está em estado de coma, o que poderia te acordar? No caso de Andy Szasz, o latido do seu animalzinho de estimação foi o que lhe acordou do coma profundo.

O pequeno Teddy foi agora nomeado com o seu anjo da guarda, depois de ter auxiliado na recuperação do seu dono, que estava gravemente doente. A equipe do hospital, a pedido da esposa de Andy, autorizou a visita do seu cãozinho, e permitia que ele ficasse sentado ao lado da sua cama.

“Eles colocaram Teddy no meu peito e ele me acordou. De certa forma eu acho que é meu anjo da guarda”, afirmou Andy.

Continue lendo após o anúncio

Ajuda com a recuperação

Em 2016, Andy Szasz, com 65 anos, estava fazendo tratamento para o câncer de intestino, quando ele teve também pneumonia. Oque agravou bastante o seu estado de saúde, e os médicos então decidiram induzi-lo ao coma.

Com a saúde debilitada, a esposa de Andy então perguntou à equipe do hospital se seria possível levar Teddy para visitar o seu marido. Os médicos autorizaram a visita do grande amigo de Andy, que ficava deitado em seu peito.

Após 4 dias, ele acordou com Teddy em seu peito lambendo o seu rosto. O que deixou os médicos maravilhados com a situação.

Após receber alta do hospital, Teddy tem sido parte fundamental do processo de recuperação de Andy. Seu fiel companheiro continua ao seu lado e sempre o acompanha em suas caminhadas e exercícios diários.

Continue lendo após o anúncio

Terapia animal

E a emocionante história de amizade entre Andy e seu cãozinho ganhou repercussão e foi parar na mídia. Eles participaram de um episódio de Dog Rescuers, um programa de televisão britânico que acompanha o trabalho de caridade animal da RPSCA, uma organização que promove o cuidado de animais. O enfoque do episódio foi o poder de transformação de cães de terapia na recuperação de pacientes.

“Eu sempre digo às pessoas que eu resgatei Teddy e que ele me resgatou. Temos um vínculo especial”, conta Szasz ao The Times.

Hoje, Teddy não é apenas um cachorro de estimação, ele é oficialmente um cão de terapia. E agora trabalha no Southampton General Hospital. Ele e o seu dono, Andy, que também faz um trabalho voluntario há mais de um ano, têm ajudado vários pacientes com a terapia animal. E não para por aí, ele ainda visita outros pacientes em casas de repouso, escolas e centros médicos no Reino Unido.

Fonte: Fatos Desconhecidos

Continue lendo após o anúncio
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio