Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Governo lança campanha para o fim do isolamento: ‘Brasil não pode parar’

Em meio ao avanço da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil, o governo de Jair Bolsonaro lançou uma campanha que defende que o país “não pode parar”.

Em um post publicado em sua conta oficial no Instagram há dois dias, o governo federal ecoa a principal diretriz apresentada pelo presidente Bolsonaro: isolar idosos e grupos de risco e liberar as outras pessoas.

“No mundo todo, são raros os casos de vítimas fatais [sic] do coronavírus entre jovens e adultos. A quase-totalidade dos óbitos se deu com idosos. Portanto, é preciso proteger estas pessoas e todos os integrantes dos grupos de risco, com todo cuidado, carinho e respeito. Para estes, o isolamento. Para todos os demais, distanciamento, atenção redobrada e muita responsabilidade. Vamos, com cuidado e consciência, voltar à normalidade”, diz o texto.

Continue lendo após o anúncio

Segundo o jornal O Globo, o governo também prepara um vídeo para ampliar a campanha. A iniciativa remete a uma ação de marketing que viralizou em Milão no fim de fevereiro, também defendendo que a capital financeira da Itália não podia parar.

Na ocasião, a campanha não foi preparada por órgãos oficiais, mas teve o apoio público do prefeito Giuseppe Sala, que, um mês mais tarde, reconheceria o erro. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil registra 2,9 mil casos e 77 óbitos na pandemia, mas a falta de testes dificulta a real mensuração dos contágios.

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por exemplo, totaliza cerca de 4,5 mil casos “prováveis” do novo coronavírus. As medidas de isolamento social, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), são necessárias para “achatar” a curva epidêmica e evitar uma explosão nos contágios em um curto espaço de tempo.

Isso sobrecarregaria os sistemas de saúde, principalmente leitos de UTI – é o que aconteceu na Itália -, e levaria muitas pessoas à morte por falta de assistência.

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio