Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Desempregada pede ajuda a ex-patrão e ele doa R$ 20 mil para levar comida a 170 famílias

Que belo exemplo!

Uma história para deixar o nosso coração quentinho. Uma mulher perdeu o emprego por causa da pandemia de coronavírus. Ela decidiu procurar seu antigo chefe para pedir ajuda e ele não só a ajudou, mas também outras centenas de famílias.

A história é uma sequência de atos de solidariedade. Quando Jaqueline Ribeiro teve seu contrato de trabalho suspenso, ela pensou logo em como conseguiria continuar ajudando Verônica, que tem oito filhos e que fazia a janta de Jack.

Continue lendo após o anúncio

Jaqueline foi até o seu ex-patrão, o economista Guilherme Benchimol, que é o fundador da XP Investimentos. Ela pediu ajuda para a Verônica e ele simplesmente doou R$ 20 mil para Jaqueline distribuir com o máximo de pessoas.

“A atitude dele, no primeiro momento, me surpreendeu. Eu não esperava nem que ele lesse a mensagem que mandei, mas ele me respondeu muito rápido e em quatro horas, ele resolveu e disponibilizou o recurso“, disse Jaqueline.

Guilherme Benchimol é CEO e fundador da XP Investimentos, uma das maiores companhias da América Latina. Foto: Zeca Caldeira
Jack juntou vizinhos e amigos e comprou dezenas de cestas básicas. Eles saíram distribuindo os alimentos no Complexo do Alemão e no Complexo de Manguinhos (RJ).

Doação foi suficiente para ajudar centenas de pessoas. Foto: Jaqueline Ribeiro

Em poucos dias, eles levaram comida para 170 famílias, um verdadeiro mutirão do bem que deu alento para cerca de 500 pessoas no meio da agonia da quarentena.

Doações foram distribuídas para toda a comunidade. Foto: Jaqueline Ribeiro
“São camelôs, são pessoas que trabalham no sinal, são faxineiras domésticas que não têm uma renda fixa”, explicou. Ah, e as cestas também tinham produtos de higiene e limpeza para proteger as pessoas do vírus.

Materiais de limpeza também foram entregues. Foto: Jaqueline Ribeiro

Moradores se juntaram e dividiram até as próprias doações
É nessas horas que você percebe como gentileza gera gentileza. Os próprios voluntários que se uniram à Jaqueline são pessoas que têm muitas dificuldades, mas mesmo assim, eles trabalharam no mutirão e até dividiram o que ganharam.

“Foram extremamente solícitas, são pessoas que também têm dificuldades, passam por situações financeiras difíceis, mas todas ficaram engajadas e ajudaram muito“, disse.

Moradores circularam dezenas de quilômetros para ajudar a todo mundo. Foto: Jaqueline Ribeiro

Uma dessas pessoas é Daiana Gama. Ela tem quatro filhos, trabalha com um carrinho de lanches, e o marido é porteiro. Ela largou tudo para ajudar no mutirão e doou até do que ganhou para esse senhor.

“Dei coisas para ele por fora do que veio na minha cesta, comprei sabão, tirei escova, pasta de dente e dei pra ele”, disse Daiana.

Continue lendo após o anúncio

Daiana doou até o que tenha ganhado para outros moradores. Foto: Jaqueline Ribeiro

As irmãs de Daiana, Daiara e Rafaela, também passam por perrengues iguais ou maiores. Daiana é manicure, mãe solteira de três filhos, está mudando de apartamento porque não conseguiu pagar o aluguel.

Rafa tem duas filhas e o marido, que é motorista de transporte por aplicativo, sofreu um acidente e já fez oito cirurgias. Em vez de elas serem somente ajudadas, também contribuíram, fazendo o levantamento das famílias carentes.

Na sequência: Rafaela, Daiara, Daiana e Jaqueline encabeçaram a distribuição de donativos. Foto: Arquivo pessoal

Nossa, impressionante a força de uma comunidade unida!

Voluntários agora produzem máscaras para distribuir
Depois da distribuição das cestas, Jaqueline e os amigos viram que tinham que fazer mais, e agora eles estão produzindo máscaras de proteção para os moradores do bairro.

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio