Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Covid-19: Estado de SP avalia apertar quarentena; decisão será tomada nesta terça (22)

Número de casos da doença cresceu 54% em quatro semanas no estado de SP e governo Doria teme piora com festas de fim de ano; decisão será tomada nesta terça-feira (22)

Nas últimas 4 semanas, o estado de São Paulo registrou aumento de 54% no número de casos positivos de Covid-19. O número de óbitos pela doença aumentou 34% em todo o estado.

Com isso, o governador João Doria (PSDB) afirmou que o Centro de Contingência, que se reúne nesta terça (22), poderá definir novas ações de contenção da doença, enrijecendo ainda mais as medidas restritivas de funcionamento de estabelecimentos comercias.

Conforme a Folha apurou na última quinta (17), os índices do estado já se encontram no patamar para a fase laranja, a segunda mais restritiva. Atualmente, todo o estado está em fase amarela, a intermediária das cinco gradações.

Continue lendo após o anúncio

Dados das companhias de telefonia móvel mostraram que a taxa de isolamento no estado no sábado (19) foi de 40%. Um índice considerado positivo pelo governo estadual é acima de 50%.

Segundo dados apresentados pelo governo nesta segunda (21), na última semana epidemiológica foram 7.191 novos casos número semelhante ao que foi registrados nos meses de junho, julho e agosto. Há quatro semanas, o registro de novos casos foi de 4.666.

Ao todo, já foram registrados 1.388.043 casos positivos em São Paulo e 45.136 mortes pela doença desde o início da pandemia, em fevereiro. A média diária de mortes no estado atingiu 151, contra 113 pessoas morreram em função da Covid-19.

“Temos que estar atentos, o vírus está cada vez mais próximo de todos nós. Precisamos respeitar a quarentena. Estamos todos esgotados, porém a pandemia continua com força total”, disse Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde.

FESTAS DE FIM DE ANO

A principal preocupação da equipe de Doria é o aumento no número de casos e hospitalizações após as festas de fim de ano, quando as pessoas devem se reunir com a família e amigos.

Continue lendo após o anúncio

Celebrações em estabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes, hotéis e salões de festas estão vetadas pelo decreto de calamidade pública, o Código Sanitário e a fase amarela do Plano São Paulo, segundo o governo do estado.

SERINGAS E AGULHAS

Doria também anunciou que iniciou a compra de 100 milhões de seringas e agulhas para a vacinação de coronavírus, prevista para começar em 25 de janeiro.

A compra será feita em 27 pregões, feitos entre 18 e 23 de dezembro, cada um prevê a aquisição de 2 milhões de unidades de seringas de 1 e de 3 ml e três tipos de agulhas.

“São Paulo está adicionando mais 100 milhões de seringas e agulhas ao seu estoque para a vacinação contra Covid-19. Estamos ampliando o estoque para termos certeza e convicção de que nenhum insumo faltará ao estado”, disse Doria.

Continue lendo após o anúncio

Segundo o governador, nesta quinta (24) também chegam em São Paulo insumos para a produção de mais 5,5 milhões de doses da vacina contra o coronavírus, totalizando 10,8 milhões de doses em solo brasileiro.

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio