03/03/2021

Pesquisa aponta que pessoas pobres doam três vezes mais que ricos

1 min read

Não é de hoje que além da época do Natal e outras datas comemorativas ao longo do ano estimulam uma onda de solidariedade por todos os cantos do país. Muita gente aproveita essas ocasiões para ajudar pessoas e instituições com doações variadas, que podem ser tanto em forma de dinheiro quanto em ações de voluntariado, que fazem a diferença para quem precisa.)

Entretanto, uma pesquisa recente do World Giving Index (o Ranking Global de Solidariedade), mostrou que o Brasil está longe de ser o país mais solidário do mundo – e que a maior parte das ações solidárias realizadas por aqui não são, necessariamente, feitas pela parcela mais rica da população.

De acordo com o levantamento da organização, que aqui é representada pelo Instituto para o Desenvolvimento e do Investimento Social (Idis), o Brasil consta apenas na 74º posição da lista dos países mais solidários, atrás de nações como México, Peru, Senegal e Zimbábue.

Além disso, a pesquisa também apontou que os pobres doam, proporcionalmente, três vezes mais que os ricos no Brasil e que os brasileiros não são muito ativos no cotidiano, agindo mais em situações de emergências, como em tragédias naturais.

Copyright © SorocabaniceS - Todos os direitos reservados.. | Newsphere by AF themes.