Caso Gael: Mãe tem surto psicótico e mata filho de 3 anos em SP; diz polícia

Polícia prende a mãe do menino de 3 anos que morreu após ser encontrado ferido em apartamento em SP

Gael de Freitas Nunes estava com a mãe na cozinha quando a tia-avó chegou e o encontrou desacordado. Ele chegou a ser levado para um hospital pelo Samu, mas não resistiu. De acordo com a polícia, mãe do garoto teve um surto psicótico.

A Polícia Civil prendeu na madrugada desta terça-feira (11) a mãe de Gael de Freitas Nunes, de 3 anos, que morreu após ter sido encontrado com ferimentos no apartamento da família na Bela Vista, no Centro de São Paulo.

A mulher, de 37 anos, prestou depoimento na 1º Delegacia de Defesa da Mulher, no Cambuci, por volta da meia-noite, e às 5h30 foi levada para o 89ºDP, no Portal do Morumbi, que tem uma carceragem feminina. O teor do depoimento não foi divulgado.

De acordo com a polícia, a mulher é suspeita de ter cometido as agressões que levaram à morte do menino na manhã desta segunda-feira (10). O menino foi levado à Santa Casa de São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência (BO), o menino foi encontrado desacordado na cozinha pela tia-avó; a mãe estava com ele. A criança morava com a mãe, com a tia-avó e a irmã de 13 anos.

O menino estava em parada cardiorrespiratória quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao apartamento e o levou ao hospital enquanto tentava reanimá-lo. No local, foi constatada a morte da criança.

A Polícia Militar, que foi acionada pelo Samu, informou que a mãe teria passado por um surto psicótico. Ela foi encaminhada até o Hospital do Mandaqui, na Zona Norte, para ser medicada, na manhã de segunda-feira.

Marcações: