Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Bombeiro chora ao resgatar criança de 4 anos que se afogava no Guarujá

A foto de um bombeiro chorando, com uma criança no colo, viralizou rapidamente nos últimos dias. O homem é o cabo Joel Júnior Silva Lemos, que resgatou um menino de apenas 4 anos, de afogamento em Guarujá (SP).

O garotinho estava na Praia das Astúrias, no último fim de semana. Ele nadava com uma criança de 10 anos, um adolescente de 13 e outra de 18 – todos da mesma família.

Enquanto brincavam com boias na parte rasa do mar, foram arrastados pela corrente até uma parte mais profunda. Quando os pais notaram, todos estavam se afogando.

Continue lendo após o anúncio

Joel conta que ao saber do ocorrido foi de quadriciclo até o local, com outro guarda-vida. Mais dois oficiais também se dirigiram até a praia, mas foram a pé.

Apenas quando entraram no mar, os bombeiros perceberam que parte das vítimas eram crianças. Por sorte, eles chegaram em tempo de tirar todos da água. Joel conta que o menino mais novo estava bastante nervoso e isso o fez lembrar o filho, que tem a mesma idade.

“Ele era tão pequeno, magrinho, que não cabia no flutuador. Foi quando falei para ele vir comigo e ele disse que estava com muito medo e me abraçou, exatamente como meu filho fala e faz quando sente medo de algo”, diz Joel.

“Naquela hora eu me lembrei do meu filho e me emocionei muito. Tive que tentar conter a descarga de adrenalina para trazê-lo à faixa de areia. A foto tirada mostra que estou com ele nos braços como se fosse meu filho mesmo, foi muito forte a emoção. Foi tirada bem na hora que eu enxugava minhas lágrimas“, completa.

Continue lendo após o anúncio

Os responsáveis pelas crianças receberam orientação sobre os cuidados necessários enquanto estivessem na praia.

Nenhuma das vitimas sofreu ferimentos ou está com sequelas, mas Joel com certeza não esquecerá o garotinho tão cedo!

Joel conta que ficou surpreso com a repercussão do ocorrido. “Não imaginei que teria toda essa repercussão, até porque não sou de postar nada. E eu nunca tinha me emocionado antes em um salvamento, mas dessa vez foi inevitável“, finaliza.

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio