Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Auxílio Emergencial 2021 é aprovado no senado; veja quem receberá a parcela máxima

O Senado aprovou nesta quarta-feira (3) à noite, em primeiro turno, o parecer do relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial 186/2019 que autoriza o pagamento do auxílio emergencial.

A medida autoriza o pagamento de até R$ 44 bilhões por meio do novo auxílio emergencial. O texto base recebeu 62 votos a favor e 16 votos contra, considerando 79 senadores na sessão.

Aprovado em primeiro turno, o Senado deu início à análise dos destaques da PEC Emergencial. Ainda será necessário votar a PEC em segundo turno, e se aprovada, será encaminhada para a análise da Câmara dos Deputados.

Continue lendo após o anúncio

Caso a PEC receba alterações na Câmara, o texto voltará para a análise no Senado. Caso não receba intervenções dos deputados federais, será encaminhada para a sanção presidencial.

Mais cedo, senadores rejeitaram, por 49 a 25 votos, pedido de destaque do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) para votar separadamente artigo da PEC Emergencial que autoriza o pagamento do auxílio emergencial.

A equipe econômica do Governo Federal é contra a alternativa, que deixaria as medidas de contenção de gastos para outra proposta no futuro.

Auxílio emergencial: saiba quem vai receber R$ 150, R$ 250 e R$ 375

Governo define parcela máxima do auxílio emergencial. Nessa semana, fontes federais informaram que o novo teto do coronavoucher será de R$ 375. A quantia, no entanto, não será destinada para todos os segurados a serem contemplados. Há ainda um piso de R$ 150 para outro grupo específico.

Continue lendo após o anúncio

A definição do orçamento do auxílio emergencial tem sido a principal pauta trabalhada pelo governo federal. Nessa semana, os gestores informaram que foram definidas as parcelas e grupos a serem contemplados pelo programa. Nessa rodada, cerca de 45 milhões de pessoas deverão ser inclusas.

Parcelas do novo auxílio emergencial

Segundo as últimas informações concedidas, o Ministério da Cidadania estará concedendo a cota máxima de R$ 375 para as mães de família solteiras. Na primeira rodada do programa, o mesmo grupo tinha direito ao salário de R$ 1.200 por mês.

Já o valor mínimo será de R$ 150 destinado para famílias compostas por apenas uma pessoa. Trata-se de uma modalidade de pagamento inédita, não ofertada em 2020.

Por fim, o valor médio repassado para a maioria da população será de R$ 250 sendo levando em consideração os critérios mínimos de renda.

Continue lendo após o anúncio

Nessa nova rodada, terá direito a receber o benefício quem tiver comprovado meio salário mínimo (R$ 550 por pessoa) e até três salários mínimos (R$ 3,3 mil família total).

Validação do projeto

Nesse momento, a proposta vem sendo trabalhada em Brasília e depende exclusivamente da aprovação da PEC emergencial que irá definir o andamento da folha orçamentária do programa.

O governo espera que os R$ 36 bilhões em gastos previstos ao longo dos próximos meses não sejam contabilizados no teto do orçamento federal.

Ao todo, o programa deverá contar com o pagamento de quatro mensalidades ofertadas entre maio e julho. Quem for segurado do Bolsa Família deverá ter direito a complementação de renda desde que não ultrapasse o teto mencionado acima.

Continue lendo após o anúncio

Cadastramento e triagem
O governo informou ainda que não será necessário criar um novo cadastramento dos segurados. Isso porque deverá utilizar os dados registrados no CadÚnico em 2020.

A população deve receber ainda por meio do Caixa Tem, o que significa que a Caixa Econômica Federal deverá atuando em parceria na definição dos segurados.

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio