Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Ataque de “Lobisomem” e “Chupa-Cabra” assusta moradores de São Roque e Ibiúna

Em Ibiúna não se fala em outra coisa a não ser do “Lobisomem” à solta que está atacando galinheiros e demais aves em sítios e propriedades da cidade. Na última semana o Correio do Interior destacou o caso em que 20 galinhas foram encontradas mortas em um sítio no bairro Paiol Grande. A quantidade, e o modo em que as aves foram encontradas mortas assustou os moradores, que logo levantaram a hipótese de um ataque do lendário Lobisomem.

O fato é que agora o caso se estendeu territorialmente, e em São Roque um caso também foi registrado e está assustando os são-roquenses, e reforçando ainda mais a opinião de moradores de Ibiúna, sobre a presença de Lobisomem na região.

O ataque em São Roque, porém ainda não tem um “autor real”, há quem diga que o ataque registrado em uma propriedade na madrugada de domingo para segunda (24), no bairro Canguera possa ter sido de um “Chupa-Cabra”, já outros dizem que foi de um “Lobisomem”. Neste caso 8 aves (Gansos), foram mortos com um ferimento no pescoço, e tiveram o sangue chupados, ao que relatado pelo dono do imóvel onde as aves viviam.

Continue lendo após o anúncio

Ao Correio do Interior um dos moradores do local disse que o mais preocupante é que esse é o quarto ataque em menos de um mês.

Em detalhes, eles informaram que pela madrugada do último domingo (23), ouviram um barulho no quintal que é cercado por plantações, arvores e uma pequena mata. Ao irem até o local do ataque que aconteceu de modo rápido, eles encontram as aves mortas, disseram que não notaram e muito menos viram alguém pelo local e assustados voltaram para dentro da casa.

O que reforça ainda mais essa hipótese de ser um Lobisomem ou Chupa-Cabra, é que o pescoço dos animais, foram depenados antes de terem o sangue chupados, o que nenhum animal, como Raposa, Onça ou Cachorro do Mato faz ao atacar um outro animal.

Os moradores e donos das aves, relataram que estão tendo prejuízos com os ataques, já que esse é o quarto em menos de um mês, e pensam em parar de manter os animais na propriedade.

Continue lendo após o anúncio

A cidade de São Roque ainda mantém desde a década de 90 um histórico sombrio e sem explicações de inúmeros ataques como esse, o que levou a cidade a ser conhecida na época como a cidade do Lobisomem, atraindo olhares de produtores de TV e pesquisadores de assuntos sobrenaturais. Ainda por incrível que pareça, os registros de período de 90, completou 20 anos no dia em que ataque as 8 aves foi registrado em Canguera

FONTE/CRÉDITOS: Igor Juan – Correio do Interior

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio