Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Associação de caminhoneiros convoca manifestação nesta quarta (19); Categoria ameaça nova greve geral

Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava) vai manter o chamado de paralisação nacional para a categoria para esta terça e quarta-feiras, 18 e 19. “A orientação é que a categoria pare em casa, faça manutenção do veículo, pare em postos de gasolina com faixas de defesa da pauta e não crie bloqueios em rodovias”, diz o presidente da Abrava, Wallace Landim, conhecido como Chorão, ao Estadão/Broadcast. A mobilização deve ocorrer das 6h às 18h.

A paralisação dos caminhoneiros já estava marcada para o dia 19 quando o Supremo Tribunal Federal (STF) julgaria três ações que contestam a constitucionalidade da política de tabelamento de frete rodoviário. A votação, contudo, foi adiada para 10 de março, quando entidades contrárias e favoráveis ao tema vão se reunir em uma audiência de conciliação na Corte.

Apesar do adiamento da pauta, Chorão diz que a mobilização pretende mostrar que os caminhoneiros estão atentos ao tema e organizados para a defesa da constitucionalidade do piso mínimo. “Vamos mostrar que não vamos voltar atrás. Não vamos aceitar retrocesso. O piso foi um direito que conquistamos e queremos seu cumprimento”, afirma Chorão.

Continue lendo após o anúncio

Chorão, que foi um dos principais representantes dos caminhoneiros na greve que parou o País em maio de 2018, considera que o movimento de agora não vai ser semelhante e tão expressivo quanto o do passado. “A ideia é mostrar que estamos mobilizados mas, se depois, em março, tirarem o nosso direito (de piso mínimo para o frete), sem dúvidas teremos de tomar medidas mais drásticas para mostrar a importância do setor”, argumenta o líder, ressaltando que a orientação é manter o fluxo normal das rodovias. Segundo ele, na manhã desta terça-feira, já foram observados pontos de paralisação em Montes Claros (MG).

Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL) também convocou protestos para até quarta-feira para reivindicar que o STF julgue a constitucionalidade do piso.

Fonte: MSN

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio