Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Árbitra é agredida a socos por jogador durante partida de futsal; Vídeo

Jogador não aceitou punição com cartão vermelho e desferiu socos na árbitra. Estudante universitário suspeito de ser o agressor ainda não foi localizado e vítima registrou Boletim de Ocorrência na Central de Flagrantes de Parnaíba (Piauí).

Uma árbitra, identificada como Eliete Maria Fontenele, foi agredida a socos durante uma partida de futsal na noite de segunda-feira (1) na cidade de Parnaíba (vídeo abaixo). O evento estava acontecendo na Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) e o agressor fugiu logo após o crime.

Eliete era a segunda árbitra da partida quando os dois times se desentenderam e atletas adversários passaram a se agredir. A árbitra então puniu três jogadores com cartão vermelho. Um deles atacou a árbitra a socos.

O vídeo, feito por outro aluno que assistia à partida, registra o momento em que o suspeito desfere três socos contra o rosto da árbitra, que cai no chão. Eliete Maria teve o lábio cortado. A árbitra se dirigiu para a Central de Flagrantes onde denunciou o ocorrido e passou por exame de corpo de delito.

Continue lendo após o anúncio

De acordo com a árbitra, houve um atrito entre dois jogadores dos dois times que participavam da partida. A partir da discussão, outros jogadores se envolveram, gerando uma briga generalizada em quadra. Para retomar o controle do jogo, Eliete expulsou os dois jogadores que iniciaram a confusão. Após isso, o suspeito pela agressão partiu para cima da vítima.

“Eu estava com o cartão e ele bateu na minha mão. No momento em que ele bate na minha mão, se eu não puxasse o cartão para ele, ia perder minha autoridade toda do jogo. Aí eu puxei e dei o vermelho [para ele] também. No momento em que eu dei o vermelho, ele me puxou e eu dei um passo. O primeiro [soco] desviou, mas o segundo e terceiro que foram fortes, que quando ele me deu eu caí no chão”, relatou Eliete.

Boletim de ocorrência

O suspeito fugiu do campus da UFDPar logo após a agressão. Eliete buscou a Central de Flagrantes de Parnaíba logo após o ocorrido para registrar um boletim de ocorrência. A delegada Fernanda Novaes informou que solicitou um exame de corpo de delito, que vai determinar as próximas ações da Polícia Civil.

Fonte: G1

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio