Após um mês, socorristas detectam sinal de vida em escombros em Beirute

Socorristas detectaram um fraco batimento cardíaco cerca de 2 metros abaixo dos destroços; acompanhe ao vivo o resgate

Um mês após as explosões que destruíram parte do porto de Beirute, no Líbano, equipes de resgates têm esperança de encontrar algum sobrevivente. Ontem, 3, os socorristas relataram a detecção de um fraco batimento cardíaco cerca de 2 metros abaixo dos destroços.

A explosão de grande magnitude devastou parte do porto de Beirute, no Líbano

O governador da Beirute, Marwan Abboud, disse que um cão farejador respondeu a um rastro no local onde um prédio desabou no bairro de Gemmayzeh. “Pode haver sobreviventes”, afirmou. Sete pessoas seguem desaparecidas, segundo o Exército libanês.

O chefe do departamento de bombeiros de Beirute contou à AFP que o sinal indica uma distância de apenas dois metros do possível sobrevivente: “Uma pessoa, de acordo com a câmera [térmica], ainda tem pulsação”.

Em declarações ao canal local LBCI, um socorrista disse que os scanners reconheceram uma frequência respiratória de “19 respirações por minuto”.

A forte explosão em um depósito com toneladas de nitrato de amônio no porto da capital libanesa matou 191 pessoas, feriu mais de 6.500 e destruiu áreas inteiras de Beirute.

Marcações: