Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Após ser ameaçada de morte, mulher mata marido atropelado no interior de SP

‘Matei porque falou que eu ia morrer’, afirmou Cláudia Aparecida, de 47 anos. Ela foi indiciada por homicídio qualificado e embriaguez ao volante.

Uma mulher foi presa em flagrante após matar o companheiro atropelado em Ituverava (SP) na noite do sábado (28). Logo após o crime, ela gravou um vídeo confessando o crime e disse que estava sendo ameaçada.

“Matei. Matei porque ele falou que eu ia morrer”, disse Cláudia Aparecida Fernandes Nascimento, de 47 anos, em vídeo publicado nas redes sociais.

Ela foi levada ao plantão policial, onde foi indiciada por homicídio qualificado doloso, cometido quando há intenção de matar, e por embriaguez ao volante. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP/SP), a mulher apresentou sinais de transtorno e afirmou ter bebido antes de dirigir.

Continue lendo após o anúncio

Ela passa por audiência de custódia neste domingo (29) no Fórum de Ituverava.

Atropelado e morto

Segundo informações registradas em boletim de ocorrência, Adriano Joaquim Sampaio, de 45 anos, morreu após ser atingido duas vezes de carro no bairro Marajoara, por volta das 20h40.

A PM apurou inicialmente que Cláudia atingiu Adriano com um automóvel logo depois de encontrá-lo em frente à casa dela. Os policiais também ouviram testemunhos de que o homem ainda tentou se levantar e fugir, mas foi atropelado uma segunda vez antes de morrer.

Continue lendo após o anúncio

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio