Conecte-se com a gente!

E aí, o que você está procurando?

Artigos

Após fazer a laqueadura de trompas há quase um ano, mulher está grávida de gêmeos

Caso ocorreu em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador. Andréa Santos, 28 anos, está grávida de três meses.

A lavradora que mora no distrito de Maria Quitéria, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, e engravidou depois de ter feito a laqueadura das trompas para evitar uma nova gestação, vai ter gêmeos.

Andréa Barbosa dos Santos tem 28 anos e já é mãe de quatro meninos: Eduardo, 13 anos; Maicon, 9; Micael, 4; e o caçula Michel, de apenas 10 meses. Ela chegou a ter uma menina, que nasceu prematura e acabou morrendo. Ela lembra sobre o momento em que recebeu a notícia da nova gravidez.

“Foi difícil, difícil mesmo. Eu tomei um susto danado. Porque, depois de uma laqueadura, eu aparecer grávida e ainda ser dois, foi mais difícil ainda”, disse.

Continue lendo após o anúncio

Andréa resolveu fazer a laqueadura depois da última gravidez. No mês passado, ela teve um mal-estar e descobriu que está grávida novamente. Agora, a família está apreensiva, porque a última gestação de Andréa foi de risco.

“A minha gravidez é de risco e a última, que eu fiz a laqueadura, foi mais ainda. E agora, depois que eu descobri que é de gêmeos, mais um risco ainda. E eu fiquei mais alegre porque tem tudo para ser duas meninas, porque eu não tenho nenhuma. Fiquei mais alegre e vou entregar tudo na mão de Deus”, contou Andréa.

A previsão é de que os bebês nasçam daqui a seis meses. Até agora, a família ainda não tem o enxoval das meninas. O marido de Andréa, Marcelo da Paixão Ramos, que também lavrador, falou sobre as dificuldades que a mulher enfrenta.

“Minha esposa sempre queria ter uma menina. Quando ela teve a menina, veio a falecer. E Deus deu mais duas, mas só que o problema todo é que a vida dela tá correndo risco, tanto a dela como a da criança também, aí é meio complicado, meio difícil. Mas a gente vai superar essa batalha, em nome de Jesus”, ponderou.

Continue lendo após o anúncio

Outra preocupação da família é como manter mais duas crianças. A casa da família fica na zona rural e é bem simples. A geladeira está quase sempre no limite, e o tempo de Andréa tem sido praticamente exclusivo para cuidar das crianças.

“Tem horas assim que eu fico até sem palavras, porque a situação é difícil. Estou sem transporte para trabalhar, tenho que pegar o ônibus da zona rural para correr atrás do trabalho, fazer um bico hoje e amanhã, e assim nós vamos vivendo. E aí chega em casa cansado, no outro dia tem que trabalhar de novo e é o jeito. Fazer o que, se aconteceu?”, questionou Marcelo.

Laqueadura

Andréa passou pelo procedimento de laqueadura há menos de um ano, no Hospital da Mulher, em Feira de Santana. Ela descobriu a gestação, em julho, após sentir dores e procurar por um médico.

Na época, a lavradora contou que a médica que fez a laqueadura de trompas garantiu que ela não teria mais filhos.

Continue lendo após o anúncio

“Ela [médica] falou assim: é, mãe, você não vai parir mais nunca. Ela me deu a certeza que eu estava ‘ligada’ e não ia parir mais. Como é que eu ia me prevenir, tomar remédio? Não podia, se ela me deu a certeza [de que ela não podia mais engravidar]”.

Leia Também:

Faz parte de minha profissão visitar bares e restaurantes, o que, na maior parte das vezes, é um grande barato. Uma das minhas diversões...

Nos do grupo Sorocabanices, resolvemos criar um grupo de auto ajuda, onde os membros poderão postar fotos de pessoas e animais desaparecidos, documentos perdidos...

Um caso chocou o Brasil na última terça-feira (19). Uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos....

Uma forte chuva atingiu Ilha Comprida, litoral de SP, mais conhecida pelos sorocabanos como praia do “Oi”. Mais de 150 mulheres de Sorocaba que...

Anúncio