Elefante Haisa, do Zoo de Sorocaba está com artrose e dificuldades de locomoção

O Zoológico Municipal de Sorocaba nos contou em nota que Haisa está recebendo cuidados especiais

Um internauta publicou um vídeo nas redes sociais mostrando a situação da Elefante Haisa, do zoológico de Sorocaba. O vídeo mostra o animal com as patas inchadas e com feridas, o internauta diz que a elefante estaria há 15 dias parada no mesmo canto do recinto, embaixo do sol e fez cobranças à prefeita e também a equipe do zoológico. Confira:

O Portal Sorocabanices tomou conhecimento do vídeo publicado e entramos em contato com a Secretaria do Meio Ambiente de Sorocaba, que nos enviou seguinte nota sobre a elefante; confira abaixo a nota na íntegra:

Nota sobre a Haisa

“A elefante asiática Haisa chegou ao Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros” em setembro de 1995, já adulta. Estima-se que ela tenha hoje mais de 60 anos, sendo considerado um animal bem idoso, e por isso recebe uma rotina de cuidados especiais.

Desde o mês de maio deste ano, Haisa vem apresentando dificuldade locomotora. A avaliação clínica mostrou aumento de volume em membros torácicos e enrijecimento articular nos cotovelos. Foram feitos exames complementares (hemograma e exames bioquímicos) e foi visto que a saúde geral dela está boa, mas os exames de imagem, como a termografia infravermelha, mostram inflamação articular bilateral nos cotovelos. O quadro é de artrose.

A artrose é um processo degenerativo das articulações, que provoca desgaste das cartilagens e demais estruturas ali presentes. A artrose piora progressivamente com o tempo, e não existe cura. Mas o tratamento pode retardar a progressão da doença, aliviar a dor e melhorar a função articular. Frente a este quadro, Haisa vem sendo medicada com anti-inflamatórios, analgésicos e condroprotetores (complementos que estimulam a nutrição, hidratação e regeneração das cartilagens), apresentando melhora satisfatória.

Todos os demais cuidados em prol da qualidade de vida da Haisa, além do controle da artrose, vem sendo tomados por toda a equipe do zoológico de Sorocaba. Ela recebe uma atenção especial dos tratadores, que passam praticamente o dia todo junto com os elefantes, fornecendo uma dieta equilibrada, cuidados médicos veterinários, bom alojamento e atividades de enriquecimento ambiental.” Encerra a nota.