Crespo não consegue se eleger como vereador em Sorocaba

O ex-prefeito de Sorocaba José Crespo (DEM) não obteve votos suficientes para se eleger vereador na Câmara Municipal de Sorocaba. Conforme o site do Tribunal Superior Eleitoral, o democrata obteve 517 votos.

A candidatura de Crespo encontra-se atualmente anulada sob judíce, após decisão da Justiça Eleitoral, por meio do juiz Emerson Tadeu Pires de Camargo, que ainda definiu sua inelegibilidade até 2028. A defesa do ex-prefeito ainda pode recorrer.

O indeferimento da candidatura aconteceu após ação do Ministério Público Eleitoral (MPE), que alegou que a cassação de Crespo em 2019, em virtude do caso do Falso Voluntariado, era fator determinante que impediria a candidatura. Crespo foi cassado outra vez, em 2017, mas conseguiu retornar ao cargo.

Segundo o juiz, Crespo “foi cassado pela Câmara Municipal de Sorocaba, quando exercia o mandato de Prefeito”, por “Proceder de modo incompatível com a dignidade e o decorro do cargo”.

Deste modo, o magistrado decidiu que “anote-se, por fim, que a inelegibilidade do impugnado, segundo a previsão constante da parte final da alínea “c”, do inciso I, da LC nº 64/1990, perdurará até o ano de 2028”, escreveu.

Crespo elegeu-se prefeito para o exercício 2017 a 2020 com 182.833 votos, no segundo turno, em 30 de outubro de 2016. Antes foi vereador por dois mandatos e líder da bancada do Democratas. Também foi deputado estadual por três mandatos, chegando a 1º secretário da Mesa Diretora da Assembleia.

Fonte: Ipa On-line