Brasil

Doria anuncia que vacinação contra a covid-19 começará dia 15 de dezembro para profissionais da saúde

Governador do estado de São Paulo João Doria, acaba de anunciar em coletiva de imprensa que a vacinação contra a covid-19 começará dia 15 de dezembro para os profissionais da saúde em São Paulo.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acaba de anunciar que a vacinação dos profissionais da saúde em São Paulo começará à partir do dia 15 de dezembro com a vacina chinesa Coronavac, desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan.

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, assinou o contrato com o laboratório Sinovac no início da tarde desta quarta-feira (30). O documento prevê a transferência da tecnologia para produção da CoronaVac em São Paulo, pelo Instituto Butantan, e o fornecimento de 46 milhões de doses até dezembro de 2020. “Vamos aguardar a finalização da terceira fase de testes e a sinalização positiva da Anvisa para começar a vacinar”, disse Doria. Os testes seguem até o dia 15 de outubro. Se tudo der certo, João Doria disse que começa a vacinar profissionais da área da saúde já em 15 de dezembro.

Recentemente, os testes clínicos da vacina foram ampliados, alcançando 13.000 profissionais de saúde em 16 centros de pesquisa espalhados pelo Brasil.

O cronograma anunciado por Doria nas últimas semanas prevê a finalização da terceira fase dos testes até o próximo dia 13, o que possibilitaria a publicação dos resultados até o final do mês de outubro.

O estado já recebeu as primeiras 5 milhões de doses da vacina, e a expectativa é que, até dezembro, o total importado chegue a 46 milhões de doses, suficientes para vacinar todos os habitantes de São Paulo. Com as vacinas já estocadas e os resultados dos estudos publicados, o início da vacinação dependeria apenas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Confiamos na capacidade técnica e isenta da Anvisa, sem nenhum viés político ou ideológico“, disse Doria na coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 28, reforçando que os testes conduzidos com mais de 50.000 pessoas na China tiveram resultados positivos.

SorocabaniceS
the authorSorocabaniceS