Home Notícias em Sorocaba Pai faz compra e esquece filho em carrinho no estacionamento de mercado em Sorocaba

Pai faz compra e esquece filho em carrinho no estacionamento de mercado em Sorocaba

0
Pai faz compra e esquece filho em carrinho no estacionamento de mercado em Sorocaba
FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA

O pai fez as compras em um mercado da zona oeste de Sorocaba, guardou os produtos no porta malas mas esqueceu o filho de 2 anos dentro do carrinho, no estacionamento.

Um pai levou um susto nesta terça-feira (15), em um supermercado da zona oeste de Sorocaba. Ele foi ao local para comprar ingredientes para o almoço da família.

Como de costume, o Eduardo colocou seu filho de dois anos dentro do carrinho enquanto realizava as compras. Mas o problema foi que ao guardar os produtos no porta-malas do carro, ele não se deu conta que havia esquecido o seu próprio filho dentro do carrinho , e saiu com o veículo.

Quem nos enviou essa história inusitada foi a esposa de Eduardo, a Helen, moradora do bairro São Marcos. Ela nos conta que quando soube da história surtou e brigou com o pai distraído. “Poderia ter acontecido algo pior, mas graças à Deus deu tudo certo e não passou de um susto;” conta Helen.

O pai da criança, notou que havia esquecido o bebê ainda na saída do estacionamento do supermercado, que ao olhar para ver se o filho estava seguro na cadeirinha. Imediatamente Eduardo retornou ao estacionamento, e resgatou o pequeno Arthur. Nos contou Helen.

Vai ser difícil eu deixar ele sair com o pai sozinho novamente, quando eu soube passei mal, minha pressão caiu e surtei com ele, que ria da minha cara enquanto eu berrava. Ele é de Peixes, deve ser por isso, distraído que só.” Brincou a mãe do Arthur.

Nota Portal Sorocabanices:

Entramos em contato com o supermercado onde ocorreu o fato para nos fornecer as imagens das câmeras de segurança, porém, eles não autorizaram a divulgação do vídeo dizendo que prejudicaria a privacidade dos clientes. Contudo, o nome do supermercado em questão também não será divulgado aqui na matéria. Não somos obrigados a fazer propaganda de graça, ainda mais com o arroz a quase R$30 neste local.