Defesa Civil emite alerta para calor intenso em Sorocaba de até 38°C

Defesa Civil emite alerta para calor intenso em Sorocaba de até 38°C

10/09/2020 Off Por SorocabaniceS

A Defesa Civil do Estado de SP emitiu um alerta de calor intenso para Sorocaba; cidade pode chegar próximo aos 40°C.

View this post on Instagram

Defesa Civil Estadual emite alerta para calor intenso em Sorocaba de até 38°C

A post shared by SorocabaniceS (@sorocabanices) on

Forte calor e falta de chuva pode levar a falte de água em Sorocaba

Diante do registro de elevações do consumo em até 50% em algumas regiões da cidade, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba faz novamente um alerta à população e solicita a colaboração de todos, para que o sistema de distribuição não seja comprometido como um todo e desta forma a autarquia não precise aplicar medidas técnicas restritivas.

De acordo com a direção e corpo técnico do Saae/Sorocaba, com a pandemia da Covid-19 e a consequente permanência das pessoas em suas residências, conforme orientações das autoridades da saúde, o consumo de água na cidade sofreu um aumento médio de 20%. Porém, nesse último final de semana o sistema da autarquia que faz esse controle registrou picos de elevação de até 50%.

Ainda segundo a autarquia, a população precisa começar a colaborar a partir deste momento, fazendo normalmente a higienização como forma de combate ao coronavírus, mas deixando totalmente de lado comportamentos de desperdício, como vem sendo verificado nos últimos dias, com pessoas lavando carros e calçadas com mangueiras.

A diretoria do Saae/Sorocaba alerta que os níveis das represas em que realiza a captação de água bruta para tratamento e distribuição vêm baixando devido as altas temperaturas e o alto consumo, visto que para repor a água consumida em exagero o sistema vem trabalhando no seu limite, produzindo cerca de 2.400 litros de água tratada por segundo.

Calor e estiagem

A autarquia lembra ainda que as chuvas ocorridas no final do último mês de julho, que ficaram entre 35 e 38 milímetros, foram suficientes apenas para recuperar as represas com água de superfície, mas não o bastante para suprir os lençóis freáticos, responsáveis pela manutenção dos níveis dos mananciais.

Nesta quarta-feira (09), as represas Castelinho/Ferraz, integrantes do sistema da Estação de Tratamento de Água do Éden, apresentam 25% de sua capacidade total, enquanto que Ipaneminha está com 40% e Itupararanga 61%, que são as responsáveis pelo abastecimento do sistema da Estação de Tratamento de Água do Cerrado.

A preocupação e alerta da autarquia se justificam também pelo quadro que se apresentará nos próximos dez dias, que aponta a continuidade de forte calor e de estiagem, sem previsões de chuvas significativas.