A polícia militar e a GCM de Sorocaba poderão agir em bailes funks na cidade para evitar aglomerações

A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, informou que deverá solicitar à Polícia Militar, à Guarda Civil Municipal e também ao Setor de Fiscalização da Prefeitura para intensificar as ações para garantir o cumprimento das medidas de isolamento social.

“Como disse o governador João Dória, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, “os prefeitos têm a obrigação de seguir a orientação e usar o ‘poder de polícia em caso de desobediência’. E, não tenham dúvidas, que vamos usar”, disse a chefe do Executivo sorocabano, que completou:

“Nenhuma aglomeração de nenhuma espécie será admitida. A Guarda Municipal ou a Polícia Militar deverão agir”.

Mais 15 dias de quarentena

A Prefeitura de Sorocaba, seguindo a determinação do Governo do Estado, decidiu ampliar a quarentena no município a partir desta quarta-feira (8) até o dia 22 de abril. A medida segue sem flexibilizações, e foi tomada para conter o avanço do coronavírus (Covid-19) na cidade, assim como em todo o Estado. A determinação será publicada no jornal Município de Sorocaba desta terça-feira (7). Em 21 de março a Prefeitura de Sorocaba decretou Estado de Calamidade Pública para fins de prevenção e enfrentamento da pandemia do coronavírus. A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, informou ainda que deverá solicitar à Polícia Militar, à Guarda Civil Municipal e também ao Setor de Fiscalização da Prefeitura para intensificar as ações para garantir o cumprimento das medidas de isolamento social.

A determinação seguirá como a anterior, com o fechamento do comércio e mantendo apenas os serviços essenciais, como nas áreas de Saúde e Segurança. Deverão seguir fechados as casas noturnas; shopping centers e galerias; academias e centros de ginástica; espaços para festas, casamentos, shows e eventos; escolas públicas ou privadas. Já os bares e restaurantes devem fechar e só poderão atender por delivery. A medida também afeta as padarias de todo o Estado que trabalham com refeições. As Casas do Cidadão e o Paço também permanecem sem atendimento presencial aos munícipes, mantendo apenas o funcionamento essencial. Assim como o Posto de Atendimento ao Trabalhador e a Universidade do Trabalhador, Empreendedor e Negócios (Uniten).

Pela medida, devem seguir funcionando durante a quarentena: hospitais, clínicas, farmácias e clínicas odontológicas; transporte público; transportadoras e armazéns; empresas de telemarketing; petshops; deliveries; supermercados, mercados e padarias; limpeza pública; postos de combustível; oficinas mecânicas e lojas de autopeças; lojas de material de construção. Também podem funcionar bancas de jornal, táxis e aplicativos de transporte, desde que cumpram com as orientações dos sanitaristas. Os serviços de Segurança Pública, tanto estadual, quanto municipais, também continuam funcionando normalmente. Os bancos e lotéricas também continuam abertos. As indústrias devem continuam operando, já que não têm atendimento ao público em geral.