Prefeitura de Sorocaba anuncia auxílio de R$ 600 para coletor cooperado de materiais recicláveis

A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, anunciou nesta sexta-feira (03) um auxílio de R$ 600 para coletores de materiais recicláveis que participam de cooperativas existentes em Sorocaba.

Os pagamentos serão realizados por três meses aos trabalhadores impossibilitados de exercer suas atividades durante a pandemia de coronavírus (Covid-19). Projeto de lei nesse sentido foi encaminhado à Câmara de Vereadores com pedido de tramitação e votação em caráter emergencial.

De acordo com a prefeita, os coletores poderão acumular a ajuda paga pelo município com o auxílio emergencial de R$ 600 aprovado pelo Senado na segunda-feira (30), o que permitirá que esses trabalhadores recebam um total de R$ 1.200.

A medida irá beneficiar 150 coletores de materiais recicláveis e, consequentemente, seus familiares cadastrados na Cooperativa de Reciclagem de Sorocaba (Coreso) e Cooperativa de Egressos e Familiares de Egressos de Sorocaba e Região (Coopereso).

“A cidade de Sorocaba e o Brasil passam por um momento de grande crise. Por isso é preciso elencar prioridades. E minha prioridade, a da Prefeitura de Sorocaba, é com os mais vulneráveis. Nosso objetivo é preservar vidas”, afirmou a prefeita

Jaqueline Coutinho, que completou: “No município de Sorocaba, há cerca de 150 famílias que se sustentam prioritariamente do resultado de seus trabalhos junto a tais cooperativas, por isso esse benefício emergencial é fundamental para o auxílio a elas famílias nesse momento.”

Coletores de materiais recicláveis – Imagem meramente ilustrativa

A presidente da Cooperativa de Reciclagem de Sorocaba (Coreso), Áurea Aparecida Bueno, ressalta que a iniciativa é fundamental para os coletores de materiais recicláveis, a maioria carente e que, atualmente, por conta da pandemia, passa por dificuldades financeiras. “Esse auxílio vem trazer uma segurança pra essas famílias que passam por dificuldades financeiras para comprar seus alimentos. A maioria vive de aluguel e com esse auxílio a Prefeitura traz uma importante ajuda para que não sejam despejadas”, ressaltou.