Postagem falsa que está circulando nas redes sociais travaram o sistema de ouvidoria da prefeitura de Sorocaba

Uma postagem irresponsável nas redes sociais, na tarde desta quinta-feira (2), indicando que a Prefeitura de Sorocaba está distribuindo cestas básicas à população resultou no congestionamento e travamento do sistema de escuta do cidadão, na Ouvidoria Geral do município, pelo telefone 156.

O post indica não apenas uma informação falsa, como passa telefones da Secretaria da Cidadania (Secid) que, também, recebeu centenas de ligações de pessoas que, neste momento, começam a enfrentar dificuldades.

“Se não um crime, trata-se de uma ação desumana de gente interessada em criar o caos, em colocar a Prefeitura de Sorocaba e a gestão municipal numa condição de vilania, já que não estamos distribuindo cestas básicas”, lamentou a prefeita Jaqueline Coutinho.

Segundo ela, há um trabalho sério e extenso sendo desenvolvido no sentido de auxiliar assertivamente àquelas pessoas que já estão passando problemas de ordem econômica e financeira e que, invariavelmente, não têm com quem contar, a não ser o apoio do Poder Público. “Mas isso está acontecendo de forma responsável e séria para que o maior número possível de famílias seja atendido”, completou a prefeita.

“Em mais alguns dias será lançada uma campanha de arrecadação de alimentos visando trazer a sociedade para um movimento de solidariedade em prol dos menos favorecidos e que, agora, estão muito atingidos pelo impacto social e financeiro da pandemia da Covid-19”, contou Jaqueline Coutinho.

Enquanto isso, segundo a Secretaria da Cidadania, o trabalho de assistência às famílias já cadastradas junto à pasta continua. Uma outra etapa, onde mais pessoas possam ser atendidas ainda está por vir, justamente, com a instituição da campanha de arrecadação de alimentos. “Gostaríamos de poder, de imediato, atender a todos que precisam, mas não funciona assim. Nosso trabalho e comprometimento com o social é sério, correto e responsável. E tudo o que vier a ser realizado terá a chancela de um grupo de profissionais habilitados a avaliar a condição de cada um que vier a ser ajudado. Justiça não se pratica com alegorias e oportunismo”, destacou o titular da Secid, Paulo Soranz.

O secretário faz um apelo à população, principalmente aos usuários de redes sociais, para que tenham cuidado na hora de propagar uma informação, pois a internet pode ser uma ferramenta capaz de destruir as esperanças de que passa por um momento difícil, como este causado pelo novo coronavírus. Do mesmo modo, alerta que não adianta ligar para a secretaria tentando se inscrever para receber cestas básicas. “Temos um cadastro de mais de 3 mil pessoas que são assistidas mensalmente pela Secid e outras 16 mil integram o programa Bolsa Família. Por enquanto, é a elas que estamos conseguindo auxiliar”, explicou. Na quinta-feira, na página oficial da Prefeitura já foi postado um vídeo do secretário Paulo Soranz desmentindo a notícia falsa da suposta distribuição de cestas.

Por conta do travamento do sistema da Ouvidoria da Prefeitura de Sorocaba, o setor também não consegue explicar a situação a quem busca informações.