Voluntárias fazem e doam máscaras a pacientes em tratamento de câncer no interior de SP

Um grupo de voluntárias de Araraquara (SP) resolveu usar o tempo da quarentena para ajudar pacientes que estão em tratamento contra o câncer – um dos grupos de risco do coronavírus – se protegerem, confeccionando máscaras.

A ideia partiu da presidente do Centro Oncológico da Região de Araraquara (Cora), Suzana Altoé Carbonari, que arrecada os tecidos, leva-os para as costureiras e depois busca as máscaras prontas.

“Pedi à população para produzir máscara de tecidos e tenho recebido de 150 a 200 máscaras por dia”, contou.

A presidente do Cora de Araraquara Suzana Altoé Carbonari teve a ideia de confeccionar máscaras de tecido para pacientes com câncer — Foto: Reprodução EPTV

Em menos de uma semana, 15 mulheres se voluntariaram para ajudar na ação. Com isso, mais de 600 mascaras foram entregues pros pacientes que fazem tratamento contra o câncer em Araraquara.

Uma dessas mulheres é a artesã Joanilda Pegoraro, que confecciona cerca de 50 máscaras por dia.

“Como eu faço parte do grupo de risco, porque sou insulino-dependente, para não ficar sem fazer nada nessa quarentena resolvi ajudar o pessoal do Cora”, contou.

Voluntárias confecionam máscaras para pacientes com câncer em Araraquara — Foto: Reprodução EPTV

Uma das beneficiadas da ação é a cozinheira aposentada Alzira Maria Torres Sanchez. “Estou muito satisfeita com ela, estou usando e gostando muito”, afirmou.

Modo de usar

A máscara feita com tecido foi recomendada pelo Ministério da Saúde, diante da dificuldade de abastecimento do mercado com máscaras cirúrgicas.

De acordo com o epidemiologista Bernardino Alves Souto, presidente da comissão contra o coronavirus da Universidade Federal de São Carlos (UFScar), ela deve ser trocada regularmente e nunca compartilhada.

“É importante que essas máscaras não sejam usadas por mais de duas ou três horas; sejam lavadas, secadas e passadas antes de serem reutilizadas. Assim que retirada deve ser colocada para lavar e é importante que elas não sejam compartilhadas”, afirmou.