Sorocaba tem mais de 1000 casos de dengue

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), divulgou nesta terça-feira (31) um novo Boletim Epidemiológico com os dados atualizados sobre a dengue. A cidade passou de 913 para 1.013 casos confirmados. Além disso, quatro casos foram confirmados com o sorotipo DENV2, uma categoria mais agressiva da dengue. Três óbitos são investigados por suspeita da doença.

Segundo a Secretaria da Saúde (SES), dos 1.013 casos confirmados de dengue 909 são autóctones, 84 importados e 20 são considerados indeterminados. O município ainda tem oito registros de chikungunya, sendo seis autóctones e dois importados, e nenhum caso de zika e febre amarela. No Boletim anterior, divulgado no dia 25 de março, haviam 913 casos confirmados de dengue.

As regiões com maior número de casos ficam na área de abrangência das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos bairros Jardim Rodrigo, Parque São Bento e Wanel Ville.

Quedas no número de notificações

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, nas duas últimas semanas, em função das normas estabelecidas à população de isolamento social, foi observada a queda no número de notificações e de casos confirmados de dengue. É possível que os casos com sintomas leves não estejam sendo notificados.

“Ainda nos encontramos em momento epidêmico de dengue. Alertamos à população que, em caso de febre alta de início súbito acompanhada de dor de cabeça, dor atrás dos olhos e dores no corpo, se deve buscar atendimento médico, preferencialmente nas Unidades Básicas de Saúde. Lembramos que sintomas respiratórios, como tosse, coriza não são sintomas que ocorrem na dengue”, alerta o secretário da Saúde, Ademir Watanabe.