Início Sorocaba Sorocaba em alerta: Queimadas são um sério risco à saúde pública

Sorocaba em alerta: Queimadas são um sério risco à saúde pública

177
0

Um grande incêndio atingiu na quarta-feira (11) a vegetação nativa de uma área localizada ao lado da E.M. “Profª Inês Rodrigues Cesarotti”, no Jardim Bonsucesso, na Zona Norte de Sorocaba. A fumaça levada pelo vento invadiu as dependências da escola e cerca de 30 pessoas, entre crianças e adultos, foram medicadas no local, além de dez pessoas encaminhadas a unidades de urgência e emergência, após apresentarem dificuldades respiratórias devido à inalação da fumaça. O fato é um alerta a toda a população a respeito do risco à saúde pública ocasionado pelas queimadas, principalmente nesta época de estiagem.

De acordo com a Secretaria da Saúde (SES), há um aumento de 30% nas unidades da rede em razão de doenças respiratórias nesta época de tempo seco. “A fumaça que a gente inala acaba irritando toda a via respiratória e quanto estamos muito próximos à queimada existe risco inclusive de envenenamento por essa fumaça e até morte”, enfatiza o médico Lúcio Neves, gestor técnico da Secretaria da Saúde. Felizmente, todas as vítimas da fumaça do incêndio foram liberadas.

As queimadas trazem danos à saúde e ao meio ambiente, pois a fumaça e a fuligem podem provocar doenças respiratórias graves, comprometendo, principalmente quem sofre de asma e de bronquite. Outro risco está na queima ilegal de lixo, quando são lançados na atmosfera, os compostos tóxicos que podem provocar severas irritações às vias respiratórias. Além disso, a queima de qualquer material combustível produz o gás carbônico, que é principal responsável pelas alterações climáticas do planeta, ocasionando fragilidade na atmosfera.

O fato causou um grande susto em toda a comunidade. Logo no início da ocorrência, o Samu enviou quatro ambulâncias para prestar os primeiros socorros às crianças e funcionários da escola. Médicos e profissionais de enfermagem das UBSs Vitória Régia, Ulysses Guimarães e ‘Acamados’ também participaram da ação.

A queimada também mobilizou Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Patrulha Ambiental e Guarda Civil Municipal (GCM). Um ônibus também foi disponibilizado pela Urbes para ficar de prontidão, caso houvesse a necessidade evacuação rápida da escola. Na ocasião, a prefeita Jaqueline Coutinho e os secretários Wanderlei Acca, da Educação, e Marcos Mariano, da Segurança e Defesa Civil, estiveram no local acompanhando a ocorrência, comandando ações e conversando com familiares das crianças e servidores da escola.

De acordo com a Defesa Civil, um Registro de Ocorrência foi aberto e será encaminhado à Polícia Civil para que as causas do incêndio possam ser investigadas pelas autoridades competentes.

 
Como a população pode ajudar

A Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema) orienta o cidadão que, ao presenciar uma queimada, ligue para o telefone 193 para que o Corpo de Bombeiros atue no combate ao fogo. Já denúncias para fiscalização devem ser feitas pelo telefone 156 (Prefeitura de Sorocaba). A prática é criminosa e a multa pode chegar em até R$ 3.030,00, conforme a lei municipal nº 10.151, de 27 de junho de 2012.

As pessoas também podem contribuir não ateando fogo em mato, lixos e folhas; descartando corretamente lixo, entulhos de construção, restos de poda e folhas secas; não jogando bituca de cigarro nas vias públicas; e orientando parentes, amigos e vizinhos sobre os problemas da queimada. Além disso, é muito importante os terrenos sejam mantidos limpos pelos proprietários.

Fonte: Agência Sorocaba