Início Sorocaba Criança de 7 anos tem alta emocionante do Gpaci em Sorocaba e...

Criança de 7 anos tem alta emocionante do Gpaci em Sorocaba e cheia de surpresas

4402
0

VIA: SECOM – Marcelo Otávio Gomes de Lima, 7 anos de idade, da cidade de Pilar do Sul, recebeu nesta manhã (20), alta do hospital Gpaci (Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil), após cinco meses de internação e 97 dias de UTI. Recuperado, foi recebido pelos seus pais, avós, familiares. Em clima de festa e alegria, a criança foi recepcionada também por uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM) da Prefeitura de Sorocaba e pelo cão adestrado da Secretaria de Segurança e Defesa Civil (Sesdec), Buddy.

Chamado carinhosamente pela equipe médica do Hospital Gpaci de “Marcelinho”, ficou encantado ao se deparar com a equipe da GCM, representados pelo secretário de Segurança e Defesa Civil e comandante da GCM, Marcos Mariano; pelo chefe de Comunicação da Guarda Municipal, Ricardo Armênio – responsável pelo encontro – e demais guardas que participaram desta acolhida, a recebê-lo após a alta, com mais representantes da Guarda Municipal de Sorocaba.

Esta história começou com uma simulação de incêndio, no segundo andar do hospital Gpaci, realizada há duas semanas pela Sesdec. “Enquanto eu estava tirando foto da operação, o “Marcelinho” me abordou e pediu uma foto comigo”, comenta Armênio. “Prometi para o Marcelinho que quando ele recebesse alta, eu viria buscá-lo com a viatura”. “Cumpri a minha palavra com a ajuda da GCM de Sorocaba”, conta emocionado. “A criança sempre vê um super-herói por trás da farda, o que nós queremos é levar fé e esperança para ela”.

Além da surpresa, “Marcelinho” ganhou presentes e uma roupa de guarda civil mirim, dos representantes da Sesdec, além de poder abraçar a todos e ao cão Buddy. “Ficamos sabendo que o Marcelinho obteve uma recuperação inesperada”, comenta o Comandante Mariano. “Para gente é uma felicidade imensa trazer esperança para esta criança e saber que está recepção, que ocorreu nesta manhã, será fundamental para sua recuperação”, declara o comandante.

Marcelinho chegou ao Gpaci bem debilitado, a princípio achou-se que se tratava de um quadro infeccioso, comenta Luiza Milaré, médica oncologista do hospital. Após avaliações médicas descobriu-se que se tratava de leucemia. “Durante o primeiro tratamento, Marcelo ficou muito debilitado, precisou ir para UTI, passou por diversas cirurgias, estava em uma situação muito delicada”, disse.

Após o tratamento, Marcelo surpreendeu a equipe médica. “Marcelo foi melhorando, conseguiu sair da ventilação, não precisando mais de oxigênio e está aos poucos ganhando peso e, hoje, ele conseguiu alta, a leucemia está em remissão”, declara a médica. “Hoje, podemos dizer que o Marcelinho está sem a doença”, ressalta com um sorriso no rosto.

Os familiares de Pilar do Sul também vieram recepcionar a saída do “Marcelinho” do hospital. O pai, Marcelo José Gomes, de 33 anos, caminhoneiro, mas atualmente desempregado e a mãe de Marcelo, Simone de Lima, 27 anos, do lar, acompanharam toda a recepção feita pela equipe da GCM da alta do menino, além do irmãozinho Matheus Gomes de Lima, de 4 anos. “A gente fica sem chão nesta situação”, comenta o pai de Marcelinho. “Só agradeço a Deus, ao hospital, aonde encontramos muito apoio, minha família e todos que participaram desta surpresa de hoje”.

Quem veio também ao encontro do Marcelinho, foi o avô, José Benedito Gomes, lavrador, de 58 anos e que estava esperando pelo neto com a neta Fernanda, de 28 semanas, no colo. “A gente só tem que agradecer, passamos por uma fase muito triste, mas agora a alegria chegou novamente com a alta do Marcelinho”, comenta o avô. “Só quero voltar para casa, junto dos meus netos”, finaliza.