Início Sorocaba Sorocabana, ex-lutadora do UFC, denuncia treinador por supostas agressões

Sorocabana, ex-lutadora do UFC, denuncia treinador por supostas agressões

1378
0
Foto: Arquivo Pessoal
Natural de Sorocaba, Ericka Almeida diz que registrou agressões enquanto teve relacionamento amoroso com Herman Gutierrez, que nega as acusações; Lutadora passou pelo UFC em 2015

Ericka Wanessa Almeida conheceu o treinador Herman Gutierrez em 2007 numa academia em Sorocaba (SP) e começou a treinar jiu jitsu. Herman tinha 38 anos e era casado. Mesmo assim, os dois começaram um relacionamento amoroso marcado por agressões verbais e físicas.

Ela progrediu como lutadora, começou a treinar MMA e em 2015 chegou a assinar um contrato para três lutas no UFC, mas foi dispensada, depois de duas derrotas, sempre tendo Herman como treinador.

Ericka levou os irmãos mais novos para treinar. A irmã Ellen tinha 15 anos quando conheceu Herman e também se envolveu com o treinador. A irmã, que escrevia tudo num diário, conta que também foi vítima do comportamento agressivo de Herman.

Em 2017, Éricka gravou um vídeo mostrando agressões praticadas por Herman, que não gostou quando viu, no celular, que ela participava de um grupo com as amigas. Ela não conseguia denunciar por medo de acontecer algo pior com a família, porque Herman fazia ameaças.

Éricka decidiu então sair do estado de São Paulo, deixando para trás parentes, amigos, a faculdade, e foi para Curitiba (PR) para poder recomeçar a vida. A lutadora procurou a Delegacia da Mulher para denunciar as agressões. Ela não apresentou provas e o juiz negou a medida protetiva. Agora, os advogados entregaram à justiça fotos, vídeo, a gravação do celular e o diário da irmã, Ellen, que também resolveu denunciar.

Fonte: G1