Início Brasil Árbitra é agredida a socos por jogador durante partida de futsal; Vídeo

Árbitra é agredida a socos por jogador durante partida de futsal; Vídeo

182
0
Foto: Reprodução
Jogador não aceitou punição com cartão vermelho e desferiu socos na árbitra. Estudante universitário suspeito de ser o agressor ainda não foi localizado e vítima registrou Boletim de Ocorrência na Central de Flagrantes de Parnaíba (Piauí).

Uma árbitra, identificada como Eliete Maria Fontenele, foi agredida a socos durante uma partida de futsal na noite de segunda-feira (1) na cidade de Parnaíba (vídeo abaixo). O evento estava acontecendo na Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) e o agressor fugiu logo após o crime.

Eliete era a segunda árbitra da partida quando os dois times se desentenderam e atletas adversários passaram a se agredir. A árbitra então puniu três jogadores com cartão vermelho. Um deles atacou a árbitra a socos.

O vídeo, feito por outro aluno que assistia à partida, registra o momento em que o suspeito desfere três socos contra o rosto da árbitra, que cai no chão. Eliete Maria teve o lábio cortado. A árbitra se dirigiu para a Central de Flagrantes onde denunciou o ocorrido e passou por exame de corpo de delito.

De acordo com a árbitra, houve um atrito entre dois jogadores dos dois times que participavam da partida. A partir da discussão, outros jogadores se envolveram, gerando uma briga generalizada em quadra. Para retomar o controle do jogo, Eliete expulsou os dois jogadores que iniciaram a confusão. Após isso, o suspeito pela agressão partiu para cima da vítima.

“Eu estava com o cartão e ele bateu na minha mão. No momento em que ele bate na minha mão, se eu não puxasse o cartão para ele, ia perder minha autoridade toda do jogo. Aí eu puxei e dei o vermelho [para ele] também. No momento em que eu dei o vermelho, ele me puxou e eu dei um passo. O primeiro [soco] desviou, mas o segundo e terceiro que foram fortes, que quando ele me deu eu caí no chão”, relatou Eliete.

Boletim de ocorrência

O suspeito fugiu do campus da UFDPar logo após a agressão. Eliete buscou a Central de Flagrantes de Parnaíba logo após o ocorrido para registrar um boletim de ocorrência. A delegada Fernanda Novaes informou que solicitou um exame de corpo de delito, que vai determinar as próximas ações da Polícia Civil.

Fonte: G1