Início Sorocaba Voluntárias em Sorocaba confeccionam vestidos e bonecas para crianças pobres na...

Voluntárias em Sorocaba confeccionam vestidos e bonecas para crianças pobres na África

1128
0

É muito amor!

Voluntárias em Sorocaba confeccionam vestidos e bonecas para crianças em situação de vulnerabilidade na África

Projeto Bunekas, inspirado pela psicóloga Michelli Bordinhon, tem o apoio de um grupo de mulheres que se reúne semanalmente na Comunidade Presbiteriana do Campolim.

Uma boneca de pano e muitas histórias por trás de um simples brinquedo. Em meio à pobreza, fome, abuso sexual e trabalho infantil, brinquedos estão distantes da realidade de muitas meninas de diversos países da África. Mais do que um objeto lúdico, a boneca possui caráter educativo e é capaz de transmitir mensagens e valores para quem a recebe.

Foi pensando nisso que a psicóloga Michelli Bordinhon criou o projeto Bunekas, uma iniciativa que reúne voluntários de todo Brasil, inclusive de Sorocaba (SP), para confecção de vestidos e bonecas de pano para as meninas africanas.

De acordo com Michelli, a boneca foi pensada em todos os detalhes para falar com o coração das meninas de lá, para que, além de brincar, elas possam se ver nelas, justamente para que essas crianças projetem nas bonecas o que estão sentindo, de forma a trabalhar a autoestima e os cuidados com o próprio corpo. “Fazemos questão de as bonecas terem o mesmo tom de pele das meninas africanas, dos cabelos serem muito parecidos com os delas e das roupas também serem de tecidos semelhantes aos que elas usam”, descreve.

Os brinquedos ainda vêm com calcinha que, além de trabalhar as questões de higiene, serve para abordar o tema do abuso sexual, alertando que, na região íntima delas, ninguém deve tocar. “São bonecas nas quais a criança vai projetar as suas emoções, podendo ser interpretadas e auxiliadas de várias maneiras”, explica a psicóloga.

Produção de solidariedade na Comunidade Presbiteriana do Campolim

A vontade de ajudar as pessoas necessitadas uniu dezenas de mulheres em Sorocaba (SP), que compartilhavam do mesmo desejo: proporcionar autoestima a meninas carentes.

Segundo a responsável pelo grupo, Silvana Parri, a equipe se formou há um ano, após participar de uma oficina ministrada por Michelli, na Comunidade Presbiteriana do Campolim, que abriu as portas de sua unidade para receber as voluntárias do projeto. “Após esse dia, passamos a nos reunir uma vez por semana na Comunidade Campolim para confeccionar as bonecas e os vestidos”, conta Silvana. Além de voluntárias frequentadoras da igreja, o time conta com muitas pessoas de fora, que se identificam e se solidarizam com a causa e que trabalham à distância, de suas casas. “Todos podem participar e colaborar com a iniciativa, seja com mão-de-obra, doações de insumos, como tecidos, feltros, fibra siliconada, colas, adereços ou de tantas outras formas possíveis”, destaca.

Além das bonecas, as voluntárias ainda confeccionam um lindo vestido, para as meninas africanas, feito no mesmo modelo e com o mesmo tecido das roupinhas das bonecas. “Em um ano, nosso grupo já confeccionou e encaminhou para as crianças africanas 300 bonecas e 200 vestidinhos e pretendemos entregar mais 240 e 280, de cada, até o final deste ano”, declara Silvana.

Outra curiosidade é que, junto com a boneca, a criança ainda recebe uma mensagem de autoestima, com os seguintes dizeres: “Você é linda!”. O bilhete é escrito, geralmente, pelas crianças da Comunidade Presbiteriana do Campolim e colocado dentro do bolso do vestidinho de cada boneca.

E, para celebrar o primeiro de muitos anos de dedicação ao projeto, a equipe de voluntárias irá realizar um desfile, nesta sexta-feira (28/06), às 14h30, com a última remessa de vestidos que será entregue na África neste primeiro semestre.

Pessoas interessadas em participar do grupo ou colaborar com o desenvolvimento do projeto Bunekas, podem ligar para: (15) 99715-3822 e falar com Silvana, ir até a Comunidade Presbiteriana do Campolim, que fica localizada na Rua Levindo Lima, 126, no Parque Campolim, em Sorocaba (SP). *Mais informações também podem ser obtidas pelas redes sociais do projeto: Facebook (@projetobunekas) e Instagram (@projetobunekas).

As rodas de solidariedade acontecem todas as sextas-feiras, das 14h às 17h.

Um encontro que transborda sentimentos e une gerações!