Início Famosos Cantor Ferrugem pisa na mão de uma fã que queria sua atenção...

Cantor Ferrugem pisa na mão de uma fã que queria sua atenção durante show; vídeo

1856
0

Em dois dias, Ferrugem foi protagonista de dois vídeos que acenderam os ânimos de fãs e detratores do cantor. No primeiro, ele aparece visivelmente irritado deixando o palco, após ser atingido por uma bebida jogada da plateia. No segundo, ele aparece pisando na mão de um fã que estava perto do palco e que insistia por sua atenção. Ambos os episódios ocorreram na Bahia, o primeiro na cidade de Cruz das Almas, no fim de semana, e o segundo em Senhor do Bonfim, na última segunda-feira (24).

As tentativas de justificar o ocorrido pioraram a situação. Sobre ter abandonado o palco, ele afirmou que não havia segurança e estrutura para o show, realizado no evento Forró do Bosque. Já o pisão foi uma “defesa”. “Pisei mesmo! Pra me defender! O que você aí faria? Imagina se eu tivesse embaixo do palco socando o pé de vocês? Se coloquem no meu lugar um pouquinho. Eu pisei na mão dele pra me defender. Ele tava socando o meu pé o tempo inteiro, cravando a unha entre a minha calça e a minha meia”, disse em suas redes sociais.

Nesta quarta-feira (26), o jornalista Leo Dias, do UOL, publicou uma entrevista feita com o músico carioca em que ele afirma que foi repreendido por empresário e família. “Meu pai brigou comigo e também quando digo ‘pai’ estou falando também no sentido figurado, com o pessoal do meu escritório, que são ‘meus pais’. Até minha esposa disse que eu estava errado, e ela nunca fala nada”, contou o cantor.

Ferrugem reforçou as explicações que já havia feito, mas assumiu que errou. “Aquele cara enfiou a mão entre a minha meia e a minha calça e começou a cravar a unha na minha perna. E ele ria. Mas nada justifica. Eu nunca deveria ter ultrapassado meu limite”, afirmou ele, que disse que o “sangue esquenta muito fácil”.

Agora, a pedido do empresário e aconselhado pela mulher, ele vai buscar tratamento para conter as explosões. “Preciso de tratamento. Vou buscar sim uma terapia”.