Início Saúde Pinhão ajuda a prevenir a gripe e é bom para diabéticos; conheça...

Pinhão ajuda a prevenir a gripe e é bom para diabéticos; conheça mais benefícios

401
0

O pinhão é um alimento que divide opiniões nas festas juninas. Uns amam a semente da araucária, outros não conseguem chegar perto. Porém é fato: ele traz muitos benefícios para a saúde.

Quando as temperaturas caem, nós já sabemos que a época dele chegou: típico do sul do país, o pinhão é abundante entre abril e julho, quando está maduro e cai do pé de forma natural. Segundo a nutricionista Adriana D’Anello, ele é riquíssimo em fibras, que ajuda no bom funcionamento do intestino, minerais e gorduras boas.

Quem sofre com hipertensão também pode tirar proveito do pinhão. Ele é fonte de potássio, que controla a pressão arterial, evitando doenças cardiovasculares como AVC. A presença de zinco no alimento auxilia no fortalecimento do nosso sistema imunológico. Por isso, a comidinha que é a cara do outono/inverno é um aliado no combate a um dos grandes inimigos desta mesma época, a gripe.

Mais benefícios

A nutricionista afirma que o ideal é consumir pelo menos uma colher de sopa de pinhão por dia para aproveitar tudo que ele tem para oferecer. Veja abaixo o que mais ele pode fazer pela nossa saúde:

• Rico em minerais como ferro, cobre e magnésio, essenciais o equilíbrio do organismo;

• Possui gorduras boas como o ômega 6, que ajuda a manter os níveis de colesterol adequados;

• O pinhão tem luteína, antioxidante importante para a prevenção de doenças oculares, como a catarata;

• Tem baixo índice glicêmico, ou seja, pouco açúcar e é boa opção para os diabéticos.

No entanto, o pinhão também é rico em calorias e o consumo em excesso pode ser prejudicial. Não deixe de consultar um profissional para saber como incluir o alimento na sua dieta.

Perfeito para o lanche da tarde

O pinhão é versátil e pode brilhar nos pratos de todas as refeições do dia, mas ele funciona como um ótimo “belisquinho”. Segundo a nutricionista, vale misturar a iguaria com outras oleaginosas como amêndoas e castanhas para comer durante o horário de trabalho, por exemplo. Outra boa dica é salpicar o pinhão em cima do iogurte.

Escolhendo o pinhão

Na hora de selecionar os pinhões no mercado, mire naqueles que possuem cascas bem brilhantes e com vários tons de marrom. “Quando elas estão foscas, significa que o alimento já não está ideal para consumo”, garante Adriana. É importante olhar as sementes de pertinho e checar se elas não possuem furinhos – alguns bichinhos amam a polpa do pinhão.

Não sei como fazer e nem como tirar a casca. E agora?

Um dos jeitos mais práticos de preparar o pinhão em casa é na panela de pressão. Coloque cerca de 300 gramas no recipiente, cubra-os com água e adicione sal a gosto. Deixe as sementes no fogo por cerca de 40 minutos. As cascas também começam a rachar quando estão no ponto.

Tirar o pinhão da casca é mais fácil do que pensam: morda a base da semente com cuidado e a polpa “saltará” para dentro da sua boca. Você também pode contar com a ajuda de uma faca para descascá-lo aos poucos.