Motivos Para Acreditar

Luxemburgo será o primeiro país do mundo com transporte público gratuito

Luxemburgo está prestes a se tornar o primeiro país do mundo a tornar gratuito todo o seu sistema de transporte público.

As passagens de trens, bondes e ônibus serão suspensas no próximo verão pelo primeiro-ministro Xavier Bettel, reeleito para o cargo de chefe de governo no ano passado com uma coalização de centro-esquerda.

Ao lado dos Democratas (seu partido), dos Socialistas e dos Verdes, o primeiro-ministro prometeu priorizar nos próximos anos o meio ambiente e políticas de sustentabilidade.

Além de ter firmado o compromisso com a gratuidade do sistema de transporte público, o novo governo considera por em debate a legalização da maconha e a introdução de dois novos feriados nacionais.

A capital de Luxemburgo sofre com um dos piores congestionamentos do planeta. A cidade possui cerca de 110 mil habitantes, no entanto, outras 400 mil deslocam-se para a cidade para trabalhar todos os dias. Um estudo acadêmico afirmou que os motoristas gastaram em média 33 horas em engarrafamentos durante o ano de 2016.

O grão-ducado europeu tem uma diminuta população fixa de 600 mil habitantes; outras 600 mil adentram no país diariamente advindas da França, Bélgica e Alemanha para trabalhar.

Luxemburgo tem adotado políticas cada vez mais progressistas em relação ao transporte público. Desde o mês de maio, crianças e jovens com menos de 20 anos não pagam mais tarifa de entrada.

Já aqueles com mais de 20 anos pagam € 2 (R$ 9) pelo dia de uso, que é bastante eficiente em um país de apenas 2,6 mil quilômetros quadrados.

A partir de maio de 2020, todos as tarifas serão abolidas, bem como serviços de cobrança e policiamento da compra de passagens. A legislação por trás da decisão ainda está sendo discutida, no entanto. Ainda não se sabe como os compartimentos de primeira e segunda classe dos trens serão unificados, por exemplo.

To Top