Notícias em Sorocaba

Professora que perdeu o bebê precisa urgente de doação de sangue em Sorocaba

A professora aceita qualquer tipo sanguíneo. O caso dela é urgente e precisa de doações o mais rápido possível.

A professora Bruna Hernandes Pereira, de 32 anos, teve complicações durante a gestação, perdeu o bebê e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Modelo, em Sorocaba. Por conta das hemorragias que sofreu, a professora tem precisado de transfusões de sangue e o estoque do Hemonúcleo da Associação Beneficente de Coleta de Sangue de Sorocaba (Colsan) está baixo.

O Colsan Sorocaba fica na Av. Comendador Pereira Inácio, 564 – Jardim Vergueiro.
Funcionamento: de segunda a sábado das 7h30 às 12h30 (exceto feriado)
O atendimento é limitado a 170 candidatos/dia.
Estacionamento gratuito no local

Doação de sangue: requisitos, quem pode doar e as vantagens

Saiba o que impede uma pessoa de doar e quais os cuidados após a coleta

Doar sangue é um processo fácil, rápido, seguro e solidário. A doação de sangue ocorre quando uma pessoa voluntariamente vai a um centro especializado e disponibiliza seu sangue para ser usado em transfusões ou outras situações clínicas.

Os requisitos para doação de sangue são:

Estar em boas condições de saúde

Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade

Pesar no mínimo 50kg

Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas)

Estar alimentado, por isso evite alimentos gordurosos e aguarde até 2 horas para doar

Apresentar documento original com foto, que permita o reconhecimento do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Pessoas com menos de 18 anos precisam estar acompanhadas dos responsáveis ou com formulário de autorização.

Quem não pode doar sangue?

No hemocentro, os principais impeditivos para doar sangue são:

Ter idade inferior a 16 anos ou superior a 69 anos

Ter peso inferior a 50 kg

Estar com anemia no teste realizado imediatamente antes da doação

Estar com hipertensão ou hipotensão arterial no momento da doação

Estar com aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos no momento da doação

Estar com febre no dia da doação

Levar uma criança menor de 13 anos para o hemocentro e sem a presença de outro adulto que possa acompanhá-la após a doação.

Outros impeditivos temporários são:

Resfriado: aguardear 7 dias após desaparecimento dos sintomas

Gravidez: espere 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana

Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses)

Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação

Tatuagem/maquiagem definitiva nos últimos 12 meses

Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses

Qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia etc): aguardar 6 meses

Extração dentária (verificar uso de medicação) ou tratamento de canal (verificar medicação): por 7 dias

Cirurgia odontológica com anestesia geral: por 4 semanas

Acupuntura: se realizada com material descartável: 24 horas, se realizada com laser ou sementes: apto, se realizada com material sem condições de avaliação: aguardar 12 meses

Vacina contra gripe: por 48 horas

Herpes labial ou genital: apto após desaparecimento total das lesões

Herpes Zoster: apto após 6 meses da cura.

Impeditivos após viagens devido a circulação de doenças:

Brasil: estados como Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são locais onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses para doar, após o retorno

EUA: quem esteve nesse país deve aguardar 30 dias para doar, após o retorno

Europa: quem morou na Europa após 1980, verificar aptidão para doação através do telefone 0800550300

Malária: quem esteve em países com alta prevalência de malária deve aguardar 12 meses após o retorno para doar. (Critério semelhante ao dos estados brasileiros com prevalência elevada de malária)

Febre Amarela: quem esteve em região onde há surto da doença deve aguardar 30 dias para doar, após o retorno

Se tomou a vacina, deve aguardar 04 semanas

Se contraiu a doença, deve aguardar 6 meses após recuperação completa (clínica e laboratorial).

Os impeditivos definitivos para doação de sangue, são:

Ter hepatite após os 11 anos de idade

Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas

Uso de drogas ilícitas injetáveis

Malária.

SorocabaniceS
the authorSorocabaniceS
Jackson Freitas, criou a página SorocabaniceS no Facebook em 2015, apenas por diversão e para levar um pouco de humor para os Sorocabanos. Hoje em dia, o Sorocabanices, já se tornou a maior mídia social de entretenimento do interior de SP. Cobrando serviços dos governantes para a população de Sorocaba, com várias campanhas sociais, notícias e diversão, com mais de 1 milhão e 300 mil seguidores, levando o nome de Sorocaba para o Brasil e o mundo! Afinal, todo Sorocabano tem suas Sorocabanices.