Início Comportamento NEM TUDO É FEITIÇO OU MACUMBA, ÀS VEZES É SÓ A LEI...

NEM TUDO É FEITIÇO OU MACUMBA, ÀS VEZES É SÓ A LEI DO RETORNO

840
0

A lei do retorno nunca falha: o que você dá, cedo ou tarde você recebe

A Lei do Retorno basicamente gira em torno do velho ditado “o que você dá é o que você recebe”. Ou seja, aquilo o que fazemos, seja bom ou mau, sempre será devolvido à nós de alguma maneira. Tudo o que vai, volta, e o mundo dá muitas voltas. Você deve ter sempre isso em mente quando acontecer que você não esperava ou que deixe a sua expectativa mais abalada.

Em muitos momentos, achamos que não estamos recebendo o tratamento correto das pessoas, ou que não temos coisas boas chegando para nós a todos os instantes. Parece que estamos numa “fossa” sem fim. Isso o faz pensar que não merece ou que estaria recebendo menos do que merece.

Para além de colocar a culpa nos outros, uma pessoa acaba por perder a oportunidade de fazer uma análise interna de si mesmo e do que tem feito para receber tal tratamento do Universo e das pessoas ao redor.

SEJA VOCÊ O SUJEITO DA HISTÓRIA

Quando colocamos a culpa no mundo, ficamos cegos, não conseguimos compreender o efeito da Lei do Retorno. É preciso se enxergar como sujeito da sua própria história. Ao olhar para as coisas desse ângulo, é possível compreender que você não passa de um mero jogador na mão das outras pessoas e não pelo responsável pelo papel principal.

Ninguém gosta de se responsabilizar pelos seus próprios atos e de reconhecer que o que vem até você é fruto da energia e das atitudes que você transmite. Sendo assim, as pessoas passam os dias lamentando o que seriam injustiças por parte dos outros e ficam mais amargas, se sentindo desvalorizadas ou até mal-amadas.

ENTENDA O QUE ACONTECE COM VOCÊ

Ao perceber o que as pessoas enxergam de nós e o que andamos a fazer para que o retorno em forma de tratamento seja igual ao que oferecemos, o resultado será a compreensão do que acontece à sua volta enquanto retorno da mesma medida, e não injustiça. Se você anda em uma maré de grosseria, ignorância e menosprezo, o que irá receber em retorno é exatamente o mesmo tratamento, mesmo que não forçado.

Primeiro mostre ser quem você é, a sua personalidade amável e faça um bom uso do respeito e da valorização. As pessoas que convivem com você estarão mais abertas a receber o seu melhor e fazer bom uso do que você está oferecendo.